KUHN – de 1828 a 2018: 190 Anos de Excelência.

KUHN – de 1828 a 2018: 190 Anos de Excelência.

[Fonte: Auto-Industrial]

Fundada em 1828 na Alsácia, no coração da Europa, a marca Kuhn tem-se tornado progressivamente uma referência no sector das máquinas agrícolas, resultado do seu contributo ativo e sustentável para a modernização dos negócios agrícolas em todos os continentes.

Muitas das maiores inovações foram desenvolvidas pelo Grupo Kuhn. Soluções exclusivas foram lançadas em todas as áreas; iniciativas cada vez mais inovadoras, no sentido de maximizar o ROI em actividades como a silagem, pecuária, trabalho do solo, protecção de culturas e manutenção da paisagem. A empresa registou mais de 2000 patentes internacionais ao longo dos anos.

Grupo Kuhn usa a sua vasta experiência para conseguir dar resposta aos desafios futuros. O mundo da agricultura e os requisitos dos produtores estão em rápida mudança, o tamanho das áreas de cultivo está a aumentar, os mercados estão a globalizar-se, a exigência dos consumidores é cada vez maior e os avanços tecnológicos são múltiplos (digitalização, conectividade, gestão inteligente de dados).

Hoje, mais do que nunca, nós acreditamos no futuro da agricultura e da nossa industria. Os nossos 190 anos de experiência e o compromisso dos nossos recursos humanos, combinado com a performance das nossas redes de distribuição, que asseguram a proximidade com os nossos clientes, permitem que olhemos para o futuro com paixão e confiança”, explica Thierry Krier, CEO do Grupo. “Estamos obviamente orgulhosos pela nossa longevidade, mas acima de tudo, há que realçar que sem a lealdade dos nossos clientes por todo o mundo, esta nunca seria possível.”

Grupo Kuhn está hoje presente em cerca de 100 países, com cerca de 5000 funcionários distribuidos por 11 polos de produção e 11 de distribuição, por todo o mundo. As receitas da empresa aumentaram 13,2%, tendo atingido os 966 milhões de euros.

Comente este artigo
Anterior CAP quer plano de emergência nacional para seca
Próximo Centenas de jovens agricultores queixam-se de falta de apoio e investimento do Governo

Artigos relacionados

Sugeridas

Bruxelas propõe aumento de ajudas mínimas a agricultores para 25 mil euros

A Comissão Europeia propôs esta sexta-feira o aumento dos auxílios de pequeno montante (de ‘miminis’) de 15 mil para 25 mil euros de modo a ajudar os agricultores a enfrentarem emergências. No entanto, a proposta comunitária estabelece limites por setor.
Para evitar distorções de mercado, um setor agrícola não pode receber mais de 50% do montante total dos auxílios nacionais de pequeno montante. […]

Comunicados

Apresentação de regadio de Óbidos

Associação de Beneficiários dos Planos de Rega das Baixas de Óbidos elaboram um comunicado sobre a situação de regadio de Óbidos .
A Agricultura foi durante muitos anos uma actividade marginalizada, conseguiu contudo resistir a políticas destrutivas por parte de alguns governos, ainda assim, o empresário agrícola conseguiu, […]

Últimas

Maior evento nacional de fotografia de natureza realiza-se de 25 a 27 de Janeiro em Vouzela

[Fonte: Gazeta Rural]

O Cinclus está de volta. De 25 a 27 de Janeiro, Vouzela volta a ser palco para o mais importante festival de imagem de natureza e vida selvagem do país.
Grandes nomes nacionais e internacionais da fotografia de natureza vão voltar a reunir-se em Vouzela onde vão partilhar o seu trabalho através de palestras, […]