Jornadas para o Desenvolvimento Rural do Norte Alentejano – 15 e 16 de Setembro 2017 – Portalegre

Jornadas para o Desenvolvimento Rural do Norte Alentejano – 15 e 16 de Setembro 2017 – Portalegre

A AGRICERT em parceria com a Escola Superior Agrária de Elvas, Associação de Criadores de Bovinos de Raça Alentejana e da Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre, está a organizar as  Jornadas para o Desenvolvimento Rural do Norte Alentejano que irão decorrer nos dias 15 e 16 de Setembro de 2017 em Portalegre, inseridas na Feira Agrícola. Esta iniciativa terá como tema  a “Sustentabilidade do Montado Norte Alentejano”.

Consulte aqui o programa.

Informa-se ainda que existe um Programa Turístico alternativo (aqui)  para os acompanhantes dos participantes, com intuito de promover e dar a conhecer a nossa região.

 

 

 

Comente este artigo
Anterior El sector de los frutos rojos mira a Asia como “puerta abierta” para ampliar mercados ante el miedo al Brexit
Próximo Vitinicultores de Setúbal estimam quebra de produção de 20 a 30 por cento 

Artigos relacionados

Últimas

Ministro da Agricultura considera Brexit “oportunidade histórica” para “refundação” da Europa

Santarém, 16 jun (Lusa) — O ministro da Agricultura disse hoje, em Santarém, que a saída do Reino Unido da União Europeia constitui “uma oportunidade histórica” para uma “refundação” que regresse às origens do projeto europeu.

Comente este artigo […]

Sugeridas

Agri Innovation Summit 2017 traz Comissário europeu a Portugal

[Fonte: Jornal económico]
O Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, vem amanhã a Portugal para participar numa série de reuniões bilaterais com o Governo português e na sessão de abertura da Agro Innovation Summit 2017. 
Trata-se da primeira edição desta conferência, […]

Nacional

Ima, a aldeia paraíso que vai receber refugiados

[Fonte: Rádio Renascença]

Os 25 habitantes da pequena povoação de Ima, na freguesia de Jarmelo São Pedro, concelho da Guarda, vão receber quatro famílias de refugiados, cedendo casas e terrenos que estão ao abandono.
Em Ima, não se vê gente de um lado para o outro, […]