John Deere apresenta trator autónomo e drone gigante durante a Agritechnica

John Deere apresenta trator autónomo e drone gigante durante a Agritechnica

A fabricante de equipamentos agrícolas norte-americana John Deere apresentou recentemente, durante a Agritechnica, a principal feira mundial de tecnologia agrícola do mundo realizada em Hanover, na Alemanha, um  trator autónomo e um drone gigante.

Um dos equipamentos mais aguardados foi um trator elétrico autónomo. Segundo a fabricante, trata-se de “uma unidade de acionamento muito compacta com conexão integrada”.

O trator tem uma 500 Kw de potência e pode ser equipado com rodas ou esteiras. Graças ao acionamento elétrico, nenhuma emissão ocorre durante o uso. Ao mesmo tempo, o nível de ruído é extremamente baixo. Outras vantagens, segundo a fabricante, são os baixos custos de manutenção e o baixo desgaste.


Drone gigante

VoloDrone, apresentado ao público, é uma alternativa para pulverização nas lavouras. Foto: John Deere/Divulgação

Outra novidade apresentada pela empresa foi uma parceria firmada com a startup Volocopter, especializada na construção de drones.

Com um diâmetro de 9,2 metro, é alimentado por 18 rotores e é muito maior do que os drones convencionais já utilizado nas lavouras. Batizado de VoloDrone, o equipamento pode ser operado remotamente ou automaticamente, utilizando uma rota pré-programada.

A estrutura do drone está equipada com um sistema flexível de gravação de dispositivos. Como resultado,  podem ser montados diferentes dispositivos, dependendo da aplicação. Para a proteção de plantas, o drone grande é equipado com dois recipientes, uma bomba e uma barra de pulverização. Graças à baixa altitude, é possível alcançar uma enorme capacidade de superfície de até 6 ha por hora.

Uma carga de bateria permite um tempo de voo de até 30 minutos. Após esse período, a bateria descarregada pode ser substituída por outra com carga completa e, assim, continuar o trabalho no campo.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Europa planea facilitar la edición genética de cultivos tras la sentencia que los equiparó con los transgénicos
Próximo ​Autarca espanhol critica Governo de Madrid pela gestão dos caudais do rio Tejo

Artigos relacionados

Últimas

O deputado Ascenso Simões, a bipolaridade e as celuloses – Paulo Pimenta de Castro

De facto, é mais confortável o confronto verbal entre paredes do Palácio de São Bento do que o confronto com um território que calcina concidadãos. […]

Nacional

TRITICALE, uma cultura com duplo interesse

A história do melhoramento do triticale em Portugal

A seleção dos primeiros triticales em Portugal, na década de 60, resultou da participação da Estação de Melhoramento de Plantas (EMP), […]

Sugeridas

2° Atelier de Inovação – Workshop da Floresta

Dia 27 de Junho irá realizar-se o segundo workshop com o tema da floresta, no Grande Hotel de Luso (Mealhada). Este é um workshop de um dia, […]