Já fez a sua Declaração de Existências de Suínos? Só já tem 1 dia. Evite coimas

Já fez a sua Declaração de Existências de Suínos? Só já tem 1 dia. Evite coimas

O agriculturaemar.com relembra que a Declaração de Existências de Suínos é obrigatória até ao final do mês de Agosto, conforme o Aviso PCEDA (Plano de Controlo e Erradicação da Doença de Aujeszky), da DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária.

A falta da entrega da declaração pode levar a coimas. Os detentores de suínos são obrigados a proceder à declaração das existências três vezes por ano, em Abril, em Agosto e em Dezembro, informando o número e a categoria de animais que possuem.

Onde fazer

A declaração das existências de suínos poderá ser efectuada directamente pelo produtor na Área Reservada do portal do IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, ou em qualquer departamento dos Serviços de Alimentação e Veterinária Regionais ou ainda nas organizações de agricultores protocoladas com o IFAP, através do Modelo 800/DGV desmaterializado.

Para o efeito, deverão ser seguidas as instruções constantes no Portal da DGAV, aqui.

Estão dispensados os criadores que possuam até 4 porcos, sendo assim considerada detenção caseira para auto-consumo.

Combate à Doença de Aujeszky

A declaração das existências de suínos é considerada medida sanitária visando o combate à Doença de Aujeszky, sendo que o seu não cumprimento acarreta penalizações.

O PCEDA – Plano de Controlo e Erradicação da Doença de Aujeszky conta com medidas específicas aplicáveis em explorações onde tenham sido detectados suínos positivos.

Pseudoraiva

A Doença de Aujeszky ou pseudoraiva é causada pelo vírus herpes e afecta sobretudo porcos, o único reservatório conhecido da doença. É uma doença importante em suinicultura e causa graves prejuízos económicos.

Uma vez introduzida num grupo de porcas, o vírus tende a permanecer aí e continua a afectar a capacidade reprodutora.

É por vezes transmitida naturalmente dos porcos para os bovinos, cavalos, cães e gatos que desenvolvem sinais nervosos e morrem rapidamente, daí o nome pseudoraiva.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Combate ao fogo no Sabugal a decorrer favoravelmente
Próximo Humanos já alteravam substancialmente ambiente há três mil anos

Artigos relacionados

Notícias apoios

Coronavírus: todas as medidas para a agricultura, pescas e outra atividades económicas

O Estado de Emergência implicou grandes mudanças em setores que agregam milhares de pessoas. Saiba aqui tudo o que muda e como pode […]

Internacional

Pigmeat production in March 2020 higher than March 2019

In March 2020, EU slaughterhouses produced 2.0 million tonnes of pigmeat (in carcass weight) and 0.6 million tonnes of bovine meat. Compared to […]

Sugeridas

Governo aponta retração no consumo e avalia excedente agrícola

A ministra da Agricultura disse hoje que se registou uma retração no consumo, devido à pandemia de covid-19, que potenciou um excesso de […]