Já é possível compor um “Cabaz à Medida” na loja online da Vitacress

Já é possível compor um “Cabaz à Medida” na loja online da Vitacress

São 30 os produtos disponibilizados pela loja digital da Vitacress para que cada consumidor possa agora compor um “Cabaz à Medida”. Seja numa lógica de complementaridade – através da junção de mais produtos aos cabazes de base – ou de flexibilidade – permitindo uma selecção totalmente personalizada –, o “Cabaz à Medida” já pode ser encomendado online e tem um valor mínimo de 20 euros.

À semelhança das restantes propostas da empresa, a entrega é gratuita e está disponível em todo o território continental.

As framboesas e os mirtilos, lançados recentemente pela Vitacress e podendo apenas ser adquiridos na loja online, são dois exemplos dos diferentes produtos que podem agora ser acrescentados a qualquer selecção da marca. Na plataforma digital estão também disponíveis vários vegetais – como o agrião de água ou a rúcula selvagem –, as saladas com misturas de folhas baby, os snacks de cenoura baby ou tomate cherry, as ervas aromáticas, batata branca e doce e ainda os complementos para as saladas, como oscroutons ou mix de sementes e frutos.

A Vitacress disponibiliza também as saladas refeição, prontas a consumir em qualquer lugar, e ainda uma selecção de folhas de produção biológica ideais para saladas ou para sopas.

«Desde que foi lançada em Abril, a loja online da Vitacress continua a crescer. Depois de termos começado com entregas ao domicílio de cabazes seleccionados pela marca, conseguimos agora passar para o consumidor a escolha dos produtos que quer receber, dando-lhe, por exemplo, a possibilidade de privilegiar saladas refeição, para levar para a praia ou escritório, ou snacks saudáveis para as crianças», avança Nuno Crispim, director de Marketing da marca. Este novo conceito mantém, no entanto, dois dos pressupostos dos restantes cabazes: entrega gratuita, normalmente em 48 horas, e a cobertura de todo o território nacional continental. Os produtos encontram-se à venda aqui.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Maio de 2020
Próximo Empresa de robótica lança ‘Spot’, um cão-robô que ajuda na agricultura

Artigos relacionados

Formações

A oportunidade do Digital no setor Agroalimentar – 12 de Dezembro 2017 – Coimbra

A Coimbra Business School vai organizar um evento sobre “A oportunidade do Digital no setor Agroalimentar”.

Últimas

Boletim da ANPROMIS – Dezembro 2017

A Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo disponiliza o boletim “Informação ANPROMIS” referente ao mês de Dezembro de 2017. […]

Notícias cadeia alimentar

5 desafios do setor agroalimentar

As mudanças nos hábitos alimentares, a necessidade de reduzir a pegada de carbono da produção de alimentos, as disputas comerciais entre Estados, […]