Investigadores criam estratégias para impulsionar adesão à vacinação por parte de produtores pecuários de países pobres

Investigadores criam estratégias para impulsionar adesão à vacinação por parte de produtores pecuários de países pobres

[Fonte: Vida Rural]

Um grupo de investigadores da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Melbourne publicou um estudo que apresenta um conjunto de estratégias para melhorar a adoção da vacinação por parte dos produtores pecuários nos países mais pobres. De acordo com os cientistas, as vacinas atualmente disponíveis poderiam ajudar a prevenir e a controlar algumas das doenças animais existentes.

Os autores do estudo sublinham que a maioria dos pequenos produtores e populações rurais em África, Ásia e na América do Sul dependem do gado para se sustentarem, contudo, um número significativo destes animais não alcança sequer o seu potencial de produção porque morre devido a alguma doença.

Os investigadores, que analisaram dados de várias organizações internacionais, nomeadamente a FAO, revelam que definiram um conjunto de estratégias que têm como objetivo aumentar a adoção de vacinação animal nestes países, nomeadamente através do aumento da disponibilidade e acesso às vacinas.

Leia o estudo aqui.

Comente este artigo

O artigo Investigadores criam estratégias para impulsionar adesão à vacinação por parte de produtores pecuários de países pobres foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Bruxelas lança programa de empréstimos para jovens agricultores
Próximo INE: Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - abril 2019

Artigos relacionados

Últimas

Horticultores do litoral alentejano contestam restrições a mais estufas

[Fonte: Público] Moção aprovada pelos autarcas de Odemira critica os “constrangimentos gerados” pelas culturas em estufa e a “perturbação” social causada pelo fenómeno migratório. […]

Nacional
Últimas

Sabe o que são os citrinos ancestrais?

[Fonte: Vida Rural]
Vera e João Rosado têm hoje perto de 100 variedades de Citrinos Antigos, […]