Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP) regista “Vinagre de Vinho do Porto” como Marca Coletiva de Certificação

Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP) regista “Vinagre de Vinho do Porto” como Marca Coletiva de Certificação

Comerciantes e produtores-engarrafadores de Vinho do Porto poderão comercializar e produzir vinagre a partir de Vinho do Porto certificado.

O IVDP efetuou o registo da marca coletiva “Vinagre de Vinho do Porto”, tendo em conta o potencial qualitativo do vinagre elaborado exclusivamente a partir de Vinho do Porto. Estando já finalizado o processo, todos os comerciantes e produtores engarrafadores de Vinho do Porto, que pretendam comercializar “Vinagre de Vinho do Porto”, podem candidatar-se a produzi-lo, devendo começar por estabelecer um protocolo com o IVDP.

Depois de vários meses de estudos, pesquisas de mercado e avaliação da metodologia a seguir, foi decidido, pelo IVDP, efetuar o registo da marca coletiva “Vinagre de Vinho do Porto”. O seu uso está sujeito às regras constantes do regulamento exigido pelo Código da Propriedade Industrial cujo cumprimento integral é condição essencial para a produção e comercialização do “Vinagre de Vinho do Porto”. A prévia certificação do Vinho do Porto, a análise quantitativa e qualitativa do vinagre produzido e a aprovação dos rótulos pelo IVDP, como organismo certificador, são exemplos das regras a seguir.

“O “Vinagre de Vinho do Porto” surge do interesse do setor, que aprovou a medida por unanimidade, em apresentar um produto premium proveniente do Vinho do Porto. A experimentação já desenvolvida e a procura de novos produtos de elevada qualidade, que possam acrescentar valor ao setor vitivinícola, fazem parte do posicionamento do IVDP que salvaguarda sempre a imagem de prestígio internacional de que beneficia a Denominação de Origem Protegida Porto.” Manuel Cabral, Presidente do IVDP.

 

Comente este artigo
Anterior Crédito Agrícola Promove Passatempo com a MasterCard
Próximo Oferta de Emprego: Gestor Obra Espaços Verdes - Portugal

Artigos relacionados

Internacional

ENVIRONMENT AND AGRICULTURE

[Fonte: Farm Europe]
Posted on 14/08/2019

FICHE
ENVIRONMENT AND AGRICULTURE
 

The EU has pledged to reduce its greenhouse gas emissions by 40% by 2030. Agriculture and agro-forestry have an important role to play to sequester and store carbon, […]

Nacional

Capoulas: zonas de caça são responsáveis pelos prejuízos provocados pelos javalis nos terrenos vizinhos

[Fonte: Agricultura e Mar]
O Gabinete do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, diz que está a acompanhar a evolução da população de javalis, mas esclarece a quem devem os agricultores pedir responsabilidades.
Diz um comunicado do Ministério da Agricultura que, […]

Nacional

ONU quer mudanças na dieta e no uso dos solos para travar alterações climáticas

[Fonte: SAPO 24]
O aquecimento global só poderá ser travado com mudanças no uso dos solos e no consumo alimentar, advertiram hoje as Nações Unidas num relatório que servirá de base a futuras negociações sobre alterações climáticas.

Os cientistas responsáveis pelo relatório asseguram que comer menos carne e mais comida à base de plantas ajuda a combater as alterações climáticas, […]