Inovação tecnológica na agricultura chama Projetos Europeus a Portugal

Inovação tecnológica na agricultura chama Projetos Europeus a Portugal

Tem início amanhã, em Oeiras, a Agri Innovation Summit’2017, uma iniciativa organizada em parceria pelo Governo português e pela Comissão Europeia. São dois dias de trabalho em rede para discutir temas como:

  • Agricultura 4.0 e Desenvolvimento Rural;
  • Inovação – moldando o Futuro;
  • Digitização das Economias Rurais;
  • Gestão de Produtos Agrícolas, Alimentos e Floresta & Valorização do Território;
  • Utilização de Recursos – adaptação e mitigação das alterações climáticas.

Dezenas de Grupos Operacionais, parcerias envolvendo o meio académico e os agricultores, vão apresentar projetos inovadores, pensados para resolver problemas ou aproveitar novas oportunidades, com base em novas tecnologias, em inovação e conhecimento que resultam da investigação aplicada à agricultura. Os mais de 500 participantes, de toda a União Europeia, incluem agricultores, empresários do setor e investigadores que terão oportunidade de apresentar os respetivos projetos e de trocar informação, fortalecendo a rede europeia de inovação no domínio agrícola. Em análise e debate estará também o conceito de digitização aplicado à agricultura, tendo como objetivo aumentar a sustentabilidade desta atividade no futuro próximo.

Esta “Cimeira da Inovação na Agricultura” contará com a participação do Comissário Europeu para a Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, e do Comissário Europeu para a Ciência, Investigação e Inovação, Carlos Moedas, em representação da Comissão Europeia. Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, abrirá a Sessão Plenária de dia 12, ficando o encerramento a cargo da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, em representação do Primeiro-Ministro.

Para o Ministro da Agricultura, “apoiar a investigação e a inovação, garantindo que os seus resultados são efetivamente aproveitados do ponto de vista prático e do ponto de vista económico é uma prioridade e Portugal tem sido reconhecido como um exemplo nesta matéria”. Capoulas Santos salienta que “foi precisamente por isso que fomos escolhidos como primeiro país anfitrião da Agri Innovation Summit’2017, uma iniciativa anual que trará a Portugal a maior rede de parcerias europeias dedicadas à investigação e à inovação tecnológica na agricultura”. O Ministro lembra que tem vindo a implementar “em conjunto com outros Membros do Governo, uma estratégia que tem como eixo central o aproveitamento de sinergias entre estruturas, apoiando projetos multidisciplinares”.

À margem desta iniciativa, 10 startups estarão igualmente presentes para mostrar as respetivas soluções na área de negócio da Agricultura. As 3 mais votadas pelos participantes receberão o prémio “Agri-Innovation Summit Startup’2017”.

→Consulte o programa Programa Oficial←

 

Comente este artigo
Anterior MSA Les chiffres (ajustés) de la crise agricole
Próximo Combiné de semis Kuhn Venta : des réglages simples pour être utiles

Artigos relacionados

Últimas

Dia de Campo – InovMilho 2017 – 26 de Setembro 2017 – Coruche

Anpromis apresenta o vídeo do Dia de Campo que  promoveu, passado dia 26 de Setembro, no âmbito do InovMilho 2017.

Durante esta iniciativa, que reuniu cerca de 240 convidados, foi assinado um protocolo para criação de um espaço de formação e demonstração para a cultura do milho entre a Câmara Municipal de Coruche e o INIAV. […]

Últimas

Agricultores entram no regime fiscal dos residentes não habituais

[Fonte: Vida Rural]
A lista de atividades profissionais que servem de referência ao regime fiscal dos residentes não habituais vai passar a contemplar agricultores e trabalhadores qualificados da agricultura e produção animal, de acordo com uma portaria publicada hoje em Diário da República. […]

Nacional

Altri ameaça travar investimentos se Portugal “demonizar” o eucalipto

[Fonte: Jornal de Negócios]
Paulo Fernandes garantiu esta segunda-feira, 16 de Janeiro, que “a Altri está disposta e comprometida a investir em Portugal”, mas avisou que “se continuarmos a tratar mal o nosso ‘petróleo verde’, que é a nossa floresta, dentro da sua diversidade, […]