Indústria papeleira promove acções de informação para proprietários florestais em Fevereiro e Março

Indústria papeleira promove acções de informação para proprietários florestais em Fevereiro e Março

O calendário das sessões de informação do Projecto Melhor Eucalipto para 2018 está a ficar composto. Quatro sessões para proprietários florestais estão, até agora, confirmadas:

  • 28 de Fevereiro na Mealhada, distrito de Aveiro,(em parceria com a Organização Florestal Atlantis)
  • 1 de Março, em Vouzela, no distrito de Viseu
  • 7 de Março em Alvaiázere, distrito de Leiria
  • 8 de Março em Arganil, distrito de Coimbra, esta última com o apoio da Associação de Produtores Florestais do Concelho de Arganil.

Todas as acções de informação destinadas a proprietários florestais contam com uma parte teórica, em sala, e outra prática, no campo. Os oradores serão técnicos das empresas associadas da CELPA – Associação da Indústria Papeleira, The Navigator Company e Altri, assim como do RAIZ – Instituto de Investigação da Floresta e Papel.

O principal objectivo destas sessões, que decorrem entre as 9h30 e as 14h30, é partilhar o conhecimento técnico da indústria papeleira com os produtores florestais.

Projecto Melhor Eucalipto foi lançado no final de 2015 e tem como objectivo melhorar a qualidade e produtividade dos povoamentos de eucalipto em Portugal, comunicando comunicar boas práticas de gestão florestal. Desde então, a equipa do Projecto Melhor Eucalipto correu o País e realizou mais de 27 sessões de informação destinadas a produtores florestais e a técnicos florestais (certificadas).

O calendário completo das sessões até agora confirmadas pode ser consultado aqui: http://www.celpa.pt/melhoreucalipto/eventos

Comente este artigo
Anterior Concentração de agricultores e proprietários rurais lesados pelos incêndios
Próximo Agricultura e Florestas

Artigos relacionados

Últimas
Últimas

Ministro da Agricultura preocupado com “espetro de seca” mas sem comprometer ano agrícola

[Fonte: Gazeta Rural]

O ministro da Agricultura manifestou-se preocupado com o “espetro de seca” […]