Indústria papeleira gere 2,1% do território nacional e defende emparcelamento

Indústria papeleira gere 2,1% do território nacional e defende emparcelamento

Celpa, Altri e The Navigator são responsáveis pela gestão de 2,1% do território nacional e 5% da área florestal portuguesa e defendem o emparcelamento da floresta.

As empresas da indústria papeleira, responsáveis pela gestão de 2,1% do território nacional e de 5% da área florestal portuguesa, defendem o emparcelamento de forma a melhorar a gestão do território nacional.

Celpa, Altri e The Navigator são responsáveis pela gestão de 190,3 mil hectares (2,1%), do território português, sendo que do total 162,4 mil estão ocupados por floresta, representando 5% do total nacional.

De acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a maioria da área florestal nacional, cerca de 86%, está na posse de proprietários individuais, a restante está repartida entre o Estado, com 3%, pelas comunidades locais – baldios – em 6% e pelas empresas associadas da Celpa, 5%.

“A tipologia da propriedade da floresta de produção prevalecente em Portugal é uma das principais barreiras à sua gestão e à adoção das melhores práticas, com um claro reflexo na sua sustentabilidade ambiental, social e económica”, afirma Luís Veiga Martins, Secretário Geral da Celpa num comunicado.

“Portugal deverá criar incentivos para que se proceda ao emparcelamento da floresta, nomeadamente através da revitalização das associações de produtores, de forma a criar a escala necessária que permita uma melhor gestão e a própria certificação da floresta, garantindo uma melhor resposta aos riscos que a mesma apresenta, entre os quais os fogos rurais, promovendo a prevenção e controlo de incêndios, que anualmente dizima vastas áreas”, acrescenta ainda o responsável.

Em Portugal, a indústria papeleira é responsável pela gestão de 17% da área de eucaliptal, 1% do montado de sobro, 0,6% de espécies diversas e 0,5% do pinhal-bravo.

Continue a ler este artigo no Jornal de Negócios.

Comente este artigo
Anterior Recenseamento Agrícola 2019 - Primeiros Resultados - 2019
Próximo Número de explorações agrícolas cai 5% em dez anos mas superfície utilizada sobe 7%

Artigos relacionados

Últimas

Incêndios: Pedida indemnização de 1,8 ME a favor do Estado por fogo em Monchique

O Ministério Público (MP) deduziu um pedido de indemnização cível a favor do Estado português e contra a EDP Distribuição e um colaborador, de 1,8 milhões de euros, pelos custos suportados no […]

Últimas

Academia do Vinho Verde lança formação sobre Princípios de Viticultura

A Academia do Vinho Verde vai realizar uma formação sobre “Princípios de Viticultura”, nos dias 9 e 10 de Julho, na Casa do Vinho Verde, no Porto. […]