Incêndios: Risco máximo em cerca de 50 concelhos do interior Norte, Centro e Algarve

Incêndios: Risco máximo em cerca de 50 concelhos do interior Norte, Centro e Algarve

O risco de incêndio é hoje máximo em cerca de 50 concelhos do interior Norte e Centro e no Algarve, num dia em que se prevê uma pequena descida da temperatura

O risco de incêndio é hoje máximo em cerca de 50 concelhos do interior Norte e Centro e no Algarve, muito elevado em mais de uma centena de outros municípios, num dia em que se prevê uma pequena descida da temperatura.

Em risco máximo estão cinco dezenas de concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Viseu, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Faro.

Já em risco muito elevado de incêndio estão mais de uma centena de municípios nos mesmos distritos, aos quais se juntam os de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Lisboa, Setúbal e Beja.

Em risco elevado está o restante território de Portugal continental. Cerca de quatro dezenas de concelhos que se situam sobretudo no litoral Norte, Centro e Sul, que apresentam risco moderado a reduzido.

Portugal continental está ainda em situação de alerta devido às condições meteorológicas, uma condição que se prolonga até às 23:59 de hoje.

No âmbito da declaração da situação de alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, serão implementadas várias medidas, entre elas a “proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem”, entre outras.

O risco de incêndio calculado pelo IPMA é determinado pelo IPMA e tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para hoje o IPMA prevê uma pequena descida da temperatura máxima, exceto no sotavento algarvio, onde deverá subir, céu nublado até meio da manhã e vento por vezes forte no litoral oeste e nas terras altas.

As temperaturas máximas deverão variar entre os 22.º (Aveiro) e os 37.º (Castelo Branco) e as mínimas entre os 15.º (Guarda, Aveiro e Coimbra) e os 21.º (Faro).

Continue a ler este artigo na Visão.

Comente este artigo
Anterior PSD questiona proibição da “quase totalidade” das atividades agrícolas
Próximo Junho de 2020: Pastagens e forragens com produção superior ao normal

Artigos relacionados

Últimas

Ministra da Agricultura: “Com reforço do INIAV, país estará mais bem preparado para enfrentar outras situações”

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, e a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, […]

Fitotema

Estudo: Pragas invasoras em África podem causar danos em biliões de euros

Os encargos financeiros causados por pragas e plantas invasoras em África podem ascender a mais de 3,5 biliões de dólares por ano (cerca de mais de 2,8 biliões de euros), revelou […]

Últimas

Vinhos da Região de Palmela voltam a destacar-se em concursos internacionais


A qualidade do vinho produzido em Palmela continua a ser reconhecida em certames internacionais. O Município de Palmela aprovou, […]