Incêndios: Estado de alerta vai passar para o mais baixo na quarta-feira

O estado de alerta especial para o dispositivo de combate a incêndios vai passar a azul, o mais baixo, a partir das 00:00 de quarta-feira devido ao desagravamento das condições meteorológicas, avançou hoje a Proteção Civil

Numa nota enviada à comunicação social, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) precisa que o estado de alerta especial para o dispositivo de combate a incêndios rurais vai passar a azul, o mais baixo de uma escala de quatro, devido ao desagravamento das condições meteorológicas previstas para os próximos dias.

O estado de alerta especial azul significa que o grau de risco é moderado, existindo as condições para a ocorrência de fenómenos com dimensão e magnitude normais.

Atualmente, os distritos de Castelo Branco, Évora, Portalegre e Santarém estão em estado de alerta vermelho, o mais grave, e os restantes em laranja (segundo mais grave), à exceção de Lisboa, Setúbal e Faro, que estão em amarelo.

A situação de alerta em Portugal continental decretado pelo Governo devido ao risco elevado de incêndio também termina às 23:59 de hoje.

Dados provisórios do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas indicam que este ano deflagraram 4.186 incêndios rurais, que provocaram 11.439 hectares de área ardida, 36% das quais em matos, 35% povoamentos florestais e 28% em área agrícola.

CMP // ZO

Continue a ler este artigo na Visão.

Comente este artigo
Anterior Cotações – Azeite – Informação Semanal – 13 a 19 Julho 2020
Próximo Avisos Agrícolas 21/07/2020: Vinha, Macieira, Nogueira, Batateira, Oliveira e Couve

Artigos relacionados

Sugeridas

O Setor Agroflorestal no próximo período de programação dos Fundos Comunitários

Estando em curso o processo de negociação do próximo Quadro de Programação dos Fundos Comunitários, importa definir as principais posições em matéria de Politica Agrícola Comum e apoio às atividades económicas no mundo rural. […]

Últimas

Douro quer reserva qualitativa e destilação para suster efeitos da crise

Foram acordadas quatro medidas de comum acordo entre a produção e o comércio para tentar suster o impacto da crise”, […]

Conservação

A importância da pecuária para a preservação do montado alentejano

Os montados são ecossistemas florestais de castanheiros, azinheiras, sobreiros ou carvalhos que cobrem grande parte do território continental […]