Incêndios em Castelo Branco mobilizam quase 500 bombeiros e 17 meios aéreos

Incêndios em Castelo Branco mobilizam quase 500 bombeiros e 17 meios aéreos

Dois incêndios em povoamento florestal, ambos no distrito de Castelo Branco, um no município de Vila de Rei e outro na Sertã, mobilizam 474 operacionais e 17 meios aéreos.

De acordo com a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), um primeiro incêndio eclodiu às 14h47 na localidade de Rolã, freguesia de Cernanche do Bonjardim, Nesperal e Palhais, no concelho da Sertã.

Três minutos mais tarde, às 14h50, em Fundada, Vila de Rei, eclodiu outro incêndio, igualmente em povoamento florestal.

As zonas onde eclodiram os dois incêndios ficam relativamente próximas uma da outra, já que a povoação de Rolã, no município da Sertã, dista cerca de seis quilómetros em linha reta de Fundada, em Vila de Rei, concelho localizado a sul e vizinho do da Sertã.

Praia fluvial em Vila de Rei evacuada por precaução e por causa do fumo

A praia fluvial do Bostelim, em Vila de Rei, distrito de Castelo Branco, foi hoje evacuada por precaução, na sequência de um incêndio que atinge aquela região, disse fonte da Câmara local. O vice-presidente do Município de Vila de Rei, Paulo César, explicou que o facto de várias autocaravanas utilizarem aquele local, poderia criar uma situação de pânico numa eventual necessidade de operações mais intensivas naquele local.

Além disso, disse o autarca, o fumo também contribuiu para a evacuação daquele espaço de lazer.

A estrada nacional 2 (EN2), entre Vila de Rei e Sertã, nas proximidades da Cumeada, está cortada ao trânsito devido ao incêndio. “Não se passa mesmo. Até há meios operacionais que não conseguem passar”, disse.

O vice-presidente disse também que três aldeias estão próximas das chamas e em “perigo”, nomeadamente Monte Novo, Fouto e Relva do Boi.

Às 18h00, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, há quatro incêndios nos concelhos de Vila de Rei e Sertã. Na Sertã, há três incêndios que mobilizam mais de 250 bombeiros, 13 meios aéreos e 60 viaturas. Em Vila de Rei, o incêndio mobiliza às 18h00, 157 bombeiros, 48 viaturas e quatro meios aéreos.

O incêndio de Vila de Rei, de acordo com Paulo César, tem duas frentes ativas, uma delas a progredir em direção a um dos incêndios da Sertã. O autarca disse também que o incêndio lavra numa zona de eucalipto e pinho, de regeneração natural, e que a região está a ser atingida por ventos fortes.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior Dois incêndios em Castelo Branco mobilizam 270 bombeiros e quase uma dezena de meios aéreos
Próximo Incêndios. Seis fogos ativos mobilizam 750 operacionais e 19 meios aéreos

Artigos relacionados

Nacional

Índice de preços dos meios de produção na agricultura aumenta 1,6% em Março

O índice de preços de bens e serviços de consumo corrente na agricultura, registou um aumento de 1,6%, em Março de 2019, causado, […]

Nacional

Será que um dia vamos beber vinho de Marte?

[Fonte: Vida Rural]
Será que um dia estaremos a beber vinho em Marte ou até de Marte? É com esta premissa que a Vinideas realiza nos próximos dias 23 e 24 de maio, […]

Últimas

O mundo precisa de cem milhões de campos de futebol para a agricultura

Novo estudo avalia o que é preciso fazer para que a população mundial satisfaça necessidades de água e alimentos até 2050 de forma sustentável. […]