Henkel é membro fundador da nova “Aliança Global para o Fim dos Resíduos Plásticos”

Henkel é membro fundador da nova “Aliança Global para o Fim dos Resíduos Plásticos”

[Fonte: Henkel]

Düsseldorf – Desafios globais necessitam de soluções globais – é por isso que cerca de 30 empresas da cadeia de valor de plásticos e bens de consumo lançaram a nova “Aliança para o Fim do Resíduo Plástico” (AEPW – Alliance to End Plastic Waste). A aliança desenvolverá e levará a cabo soluções que minimizem e giram os resíduos plásticos. Promoverá também soluções para plásticos usados, possibilitando uma economia circular. Com base nos esforços existentes para a sustentabilidade e o seu compromisso com uma economia circular, a Henkel juntou-se à Aliança como um dos membros fundadores.

“Como uma empresa global de bens de consumo e industriais, na Henkel queremos contribuir para o fim do resíduo plástico. Desenvolver soluções sustentáveis para este desafio só será possível se nos envolvermos e colaborarmos em toda a cadeia de valor – desde fornecedores, parceiros comerciais, consumidores, organizações e até governos” afirma Hans Van Bylen, CEO da Henkel e Presidente da Associação Alemã de Produtos Químicos.

Compromisso ao longo da cadeia de valor do plástico

A Aliança destinou mais de 1.000 milhões de dólares com o objetivo de investir 1.500 milhões de dólares nos próximos cinco anos para ajudar a acabar com os resíduos plásticos no meio ambiente. Os membros são fabricantes de produtos químicos e plásticos, empresas de bens de consumo, retalhistas, empresas de transformação e gestão de resíduos – eles representam o leque de empresas que produzem, usam, vendem, processam, recolhem e reciclam plásticos. A Aliança tem trabalhado em conjunto com o World Business Council for Sustainable Development como parceiro fundador estratégico.

A Aliança global tem a missão de promover soluções para eliminar os resíduos plásticos do meio ambiente, especialmente no oceano. Para isso, desenvolverá e executará projetos patrocinados pela Aliança, juntamente com investimentos individuais direcionado pela empresa que impulsionem o progresso em quatro áreas principais:

– Desenvolvimento de infraestruturas para recolher e gerir resíduos e aumentar a reciclagem

– Inovação para impulsionar novas tecnologias que tornem a reciclagem e a recuperação de plásticos mais fácil e criem valor a partir de todos os plásticos usados

– Educação e envolvimento de governos, empresas e comunidades para mobilizar ações

– Limpeza das áreas de concentração de resíduos plásticos já existentes no meio ambiente, principalmente os principais condutores de resíduos, como rios, que transportam resíduos plásticos terrestres para o mar

Reforçando os esforços da Henkel para embalagens sustentáveis
“A decisão de nos tornarmos membros fundadores da Aliança reforça o nosso compromisso em promover uma cadeia de valor circular para o plástico, conforme demonstrado na nossa estratégia e metas ambiciosas para embalagens sustentáveis”, diz Hans Van Bylen.

Até 2025, 100% das embalagens da Henkel serão recicláveis, reutilizáveis ou compostáveis*. Ao mesmo tempo, a empresa pretende usar 35% de plástico reciclados nos produtos de consumo na Europa. Para impulsionar o progresso em direção a uma cadeia de valor circular para os plásticos, a Henkel segue uma abordagem abrangente.

A Henkel está envolvida em várias iniciativas intersectoriais para impulsionar a inovação no desenvolvimento de embalagens e encontrar soluções eficazes que possam ser implementadas em grande escala. A empresa é membro da New Plastics Economy (NPEC), uma iniciativa liderada pela Ellen MacArthur Foundation que reúne os principais interessados em redesenhar o futuro dos plásticos. A NPEC tem o objetivo de impulsionar um sistema de plásticos baseado no princípio da “economia circular”.

Ao desenvolver soluções mais sustentáveis para as embalagens dos seus produtos, a Henkel colabora de perto com os seus parceiros ao longo da cadeia de valor. Juntamente com as suas próprias inovações, a Henkel investiu recentemente 5 milhões de libras esterlinas num fundo de impacto da Circularity Capital para promover ainda mais uma economia circular.

A Henkel apoia também diferentes organizações e iniciativas que impulsionam o progresso para a melhoria de infraestruturas de reciclagem, permitindo uma economia circular. Desde 2017, o Plastic Bank é um importante parceiro estratégico da Henkel. A empresa social oferece soluções tanto para os problemas ambientais dos resíduos plásticos, como para os desafios sociais impostos pela pobreza e pela falta de oportunidades de emprego. As comunidades locais podem devolver o plástico recolhido e trocá-lo por dinheiro, bens ou serviços. Desta forma, o valor é criado a partir do plástico e este não acaba nos cursos de água ou nos oceanos. A Henkel já integrou com sucesso o chamado Social Plastic em embalagens selecionadas.

O progresso em direção à sustentabilidade só será possível se as partes interessadas de todas as etapas da cadeia de valor da embalagem trabalharem em conjunto. É por isso que a Henkel também impulsiona iniciativas para aumentar a consciencialização de clientes e consumidores sobre a necessidade de utilizar recursos como plástico responsavelmente, para ajudá-los a criar um círculo fechado para os plásticos. Portanto, a empresa estabeleceu a meta de atingir mais de mil milhões de consumidores com informações direcionada sobre reciclagem.

→Saiba mais sobre “Aliança para o Fim dos Resíduos Plásticos” aqui←

→Saiba mais sobre a estratégia de embalagens e metas da Henkel aqui←

Comente este artigo
Anterior Qualifica Portugal: Seminário “Protecção das indicações geográficas e das denominações de origem”
Próximo CAP: Ciclo de Conferências "O Futuro dos Jovens Agricultores em Portugal" - 7 de Fevereiro - Vinhais

Artigos relacionados

Comunicados

Nova gestão florestal discutida na Agroglobal em parceria com a UNAC

CELPA – Associação da Indústria Papeleira e UNAC – União da Floresta Mediterrânica juntam-se para organizar o seminário “Floresta global”  amanhã, entre as 14H30 e as 18H00, na AGROGLOBAL (Valada do Ribatejo). Temas como silvopastorícia e regadio serão debatidos.
PROGRAMA:
14H30 – Sessão de Abertura
Carlos Vieira, […]

Comunicados

CNA e movimento de Coimbra e Midões manifestam-se contra insuficiência de medidas aos incêndios

[Fonte: CNA]
Medidas de facto justas e eficazes para acudir aos prejuízos dos Incêndios rurais.
Os afetados com os incêndios entre Julho e  Outubro de 2017 consideram insuficientes e mesmo desadequadas as medidas  de apoio  (umas avançadas  e outras   anunciadas) pelo  Governo, tendo em conta os avultados prejuízos sofridos pelas populações e pelos agricultores em especial. […]

Comunicados

New rules for organic farming: Statement by Commissioner Phil Hogan

The agreement on new rules for organic farming endorsed today by Council representatives will simplify and harmonise many of the rules covering organic food production both within the European Union and in non-EU countries.
Welcoming the important step towards the final adoption of the new Regulation, […]