Há uma praga verde no Guadiana e Alqueva responde com tecnologia anfíbia

[Fonte: Expresso]

Há uma praga no Guadiana que ameaça cobrir de verde as superfícies dos cursos de água e das albufeiras. A praga tem um nome: Jacinto. Jacinto-de-água. E tudo indica que desceu desde Mérida, em Espanha, em 2004. Mas a sua origem é o rio Amazonas, no Brasil.

Como é que a plante infestante atravessou o Atlântico? Não se sabe ao certo. Certa é a dor de cabeça que está a provocar aos agricultores e demais agentes que dependem da água do Guadiana, tanto em Espanha como em Portugal. Só do lado espanhol já se gastaram mais de 40 milhões de euros no combate ao jacinto-de-água.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso – iOS e Android – para descarregar as edições para leitura offline)

Comente este artigo

O artigo Há uma praga verde no Guadiana e Alqueva responde com tecnologia anfíbia foi publicado originalmente em Expresso.

Anterior L’agriculture bio profite aux abeilles
Próximo O leite precisa de resgate? - Nuno Alvim

Artigos relacionados

Últimas

Pedro Sánchez insiste en Bruselas en un presupuesto europeo que mantenga el dinero de la PAC

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
El presidente del Gobierno en funciones, Pedro Sánchez, defendió este jueves un presupuesto europeo en el que sigan siendo relevantes las políticas de cohesión y con montantes suficientes para la Política Agraria Común (PAC) y los fondos destinados a lograr dicha cohesión entre los países de la UE. […]

Últimas

Consórcio internacional procura soluções para aumentar o tempo de preservação de bactérias probióticas

[Fonte: Voz do Campo]
Uma equipa de investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) está a desenvolver e a testar em laboratório, […]