Grupo Sovena aposta na Inovação e renova o Marketing

Grupo Sovena aposta na Inovação e renova o Marketing

O Grupo Sovena, empresa portuguesa detentora das marcas líderes de mercado Oliveira da Serra e Fula, acaba de desenvolver uma nova área de inovação liderada por João Basto e reorganizar o departamento de Marketing, centralizando-o na direcção de Loara Costa.

João Basto foi o nome escolhido para liderar a área de New Ventures & Sustainability da Sovena. Na empresa desde 2013, o gestor português esteve anteriormente responsável pelo desenvolvimento do negócio do Grupo na Ásia-Pacifico, Médio Oriente e Norte de África, e é agora o nome por detrás do novo departamento.

Orgulhoso e motivado explica que criar uma «nova área dentro de uma empresa com a dimensão da Sovena é um desafio enorme. Apesar de centenária, a Sovena foi sempre capaz de assumir uma visão inovadora, quase futurista, moldada por um carácter assente na persistência e ambição da sua liderança. Foi esta forma de ser e estar que fez com que fosse a primeira empresa do sector a controlar toda a cadeia de valor e agora, mais uma vez, demonstra o seu espírito audacioso criando em departamento totalmente voltado para o futuro, um futuro mais abrangente que não se esgota no azeite e no óleo alimentar.»

Também o departamento de Marketing da Sovena foi reestruturado, estando agora todo sob a alçada de Loara Costa, que encara este desafio «como uma oportunidade única de criar sinergias entre os mercados em que a Sovena actua. O sucesso de Fula e Oliveira da Serra em Portugal e de Andorinha no Brasil, por exemplo, são resultado de estratégias consistentes e coordenadas por estruturas locais. Mas o objectivo é muito mais lato do que os resultados das diferentes marcas. Queremos capitalizar valor e uni-las em uma mesma direcção, posicionando a Sovena como um importante player na mudança de paradigma e no futuro da alimentação. Esse será o grande desafio.»

O Grupo Sovena detém dois lagares e duas unidades industriais em Portugal, emprega um total de mais de 1.200 colaboradores e é hoje uma das empresas líderes no sector do azeite a nível mundial, com uma presença activa em mais de 70 países. Em 2019, o grupo atingiu uma facturação de 1.200 milhões de euros tendo comercializado mais de 200 mil toneladas de azeite.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior ENRD Newsletter - Julho 2020
Próximo Centro PINUS promove Inquérito às práticas de fertilização em pinheiro-bravo

Artigos relacionados

Últimas

“A Feira Nacional de Agricultura é a grande montra do setor agrícola nacional”

Luís Mira, secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal e administrador do Centro Nacional de Exposições
A temática deste ano, Vinha e Vinho, […]

Últimas

Palestra sobre HLB na Universidade do Algarve

Realiza-se na próxima segunda-feira, dia 13 de maio, mais um seminário de Hortofruticultura, incluído no Mestrado com o mesmo nome, da Universidade do Algarve. […]

Últimas

CAP strategic plans: Issues and expectations for EU agriculture

The European Commission’s legislative proposals for the reform of the common agricultural policy (CAP) were published in June 2018. Since […]