Governo tira o tapete aos agricultores e compromete produção de milho

Governo tira o tapete aos agricultores e compromete produção de milho

Ministra da Agricultura decide não apoiar agricultores que vão ter uma quebra nas ajudas à produção em 2022 tornando a cultura do milho insustentável e contrariando a própria estratégia para a aposta nos cereais que tinha sido aprovada em conselho de ministros.

A produção de milho, grande parte nos terrenos do Ribatejo, está em vias de cair a pique. O Ministério da Agricultura, ao contrário das indicações que parecia ir dando aos agricultores, resolveu à última da hora não dar uma ajuda por hectare que garantiria a sustentabilidade do sector. Por isso a partir de 2022 o interesse pela cultura do cereal vai diminuir quando o país não é auto-suficiente e desta forma vai ficar ainda mais dependente de outros países. A situação penaliza em maior escala quem tem explorações de pequena e média dimensão, salienta Mário Antunes, vice-presidente da Agrotejo – União Agrícola do Norte do Vale do Tejo.

Em causa estão cerca de 7.500 hectares e 300 agricultores da zona norte do distrito de Santarém. […]

Continue a ler este artigo em O Mirante.

Produtores responsabilizam Ministério da Agricultura por possível ruptura nos cereais

Governo assegura não haver condições para ajuda aos cereais em 2022

Comente este artigo
Anterior CNA e Avadouriense: Aumentar a produção e os preços pagos aos produtores são condições essenciais para assegurar a dignidade dos vitivinicultores durienses
Próximo Mealhada quer “tirar o maior partido” de programa para tornar territórios resilientes - Mata Nacional do Bussaco

Artigos relacionados

Revistas

Jornal Prodouro – julho 2020

Jornal Prodouro – julho 2020 […]

Nacional

Importa alimentos de origem não animal e materiais para contacto com alimentos? Traces arranca a 1 de Outubro

A DGAV – Direcção Geral de Alimentação e Veterinária informa que no dia 1 de Outubro tem inicio a utilização da plataforma TRACES – […]

Notícias florestas

COP26: De um lado, reuniões sobre solos e floresta, do outro, a rua em Dia de Ação

De um lado, os negociadores nas salas de reuniões da cimeira do clima das Nações Unidas (COP26), do outro os manifestantes na rua, onde são esperadas […]