Governo dos Açores mantém modernização das infra-estruturas agrícolas da Graciosa em 2020

O secretário Regional da Agricultura e Florestas assegurou hoje, 18 de Setembro, que o Governo dos Açores pretende manter no próximo ano o esforço de investimento público na modernização das infra-estruturas agrícolas da ilha Graciosa, designadamente ao nível da remodelação de caminhos agrícolas e do reforço do abastecimento de água, pela importância que estes investimentos representam para a melhoria da competitividade das explorações agrícolas e, por via disso, no rendimento dos agricultores.

“O Governo Regional quer manter no próximo ano, na Graciosa, a mesma dinâmica de investimento público ao nível das acessibilidades agrícolas e no reforço da rede de abastecimento, permitindo desta forma garantir um futuro melhor aos agricultores”, afirmou João Ponte.

O titular da pasta da Agricultura falava no final de uma visita às obras de requalificação do caminho florestal da Canada da Serra, na freguesia de Guadalupe, com uma extensão de 653 metros e que representa um investimento de 294 mil euros.

Investimentos fundamentais

Para o governante, estão em causa investimentos fundamentais e que dão cumprimento à estratégia de desenvolvimento e modernização das infraestruturas agrícolas planeadas pelo Governo Regional, com o objectivo de proporcionar aos agricultores graciosenses melhores condições de trabalho e capacitar o sector agrícola para os desafios futuros, tendo em vista criar condições para reduzir os custos de produção e melhorar a eficiência das explorações.

O secretário Regional da Agricultura e Florestas considerou “muito positivo e revelador do bom aproveitamento dos fundos comunitários” o facto de os Açores fazerem um aproveitamento integral dos fundos do programa PRORURAL+, no que diz respeito à medida destinada a apoiar a melhoria e desenvolvimento das infra-estruturas.

“Com a aprovação do próximo Plano da Região ficará totalmente comprometida a dotação do PRORURAL+ destinada a financiar a melhoria e o desenvolvimento de infraestruturas agrícolas, tais como caminhos, abastecimento de água e fornecimento de energia eléctrica de apoio às explorações agrícolas”, revelou João Ponte, acrescentando que, só na Graciosa, já foram aprovadas 21 candidaturas relativas à medida 4.1 do PRORURAL+, que tem a ver com a modernização das infraestruturas agrícolas, representando um investimento total de mais de dois milhões de euros.

Jovens agricultores

O secretário Regional revelou que já foram aprovados na Graciosa três projectos de apoio à instalação de jovens agricultores no âmbito do PRORURAL+ (medida 6.1), no valor de 143 mil euros.

João Ponte destacou o potencial que o sector agrícola tem na Graciosa, seja na produção de leite e de carne ou na área da diversificação agrícola, sendo que o futuro depende da capacidade dos agricultores acreditarem e apostarem cada vez mais no aumento da qualidade das suas produções.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Autorizado enriquecimento de uvas e mosto de uvas para 2019/2020
Próximo Golas antifumo: PGR confirma 54 buscas realizadas por 200 operacionais

Artigos relacionados

Nacional

João Ponte: Diversificação agrícola nos Açores tem grande potencial para continuar a crescer

O secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, 21 de Novembro, que o trajecto de crescimento feito no sector da diversificação agrícola nos Açores é […]

Últimas

Eco-esquemas da PAC- o que são?

A agricultura e o meio ambiente estão muito relacionados, embora apenas porque se trata de uma atividade levada a cabo em íntimo contato com a natureza e os seres vivos. […]

Fitotema

Ano Internacional da Sanidade Vegetal: como um vírus das plantas foi crucial para o início da fitopatologia – Manuel Galvão de Melo e Mota

O isolamento do vírus do mosaico do tabaco marcou o nascimento da fitopatologia e veio a contribuir, mais de 130 anos depois, para a descoberta […]