Governo dos Açores “convicto” que decisões para a agricultura se vão manter com nova Comissão

Governo dos Açores “convicto” que decisões para a agricultura se vão manter com nova Comissão

[Fonte: Açoriano Oriental]

O secretário regional da Agricultura está “convicto” de que o novo executivo comunitário que venha a resultar das eleições europeias de domingo deverá manter as decisões tomadas em relação ao POSEI e à PAC.

“Estamos convictos que as decisões já tomadas em relação à manutenção do POSEI – Programa de Opções Específicas para o Afastamento e a Insularidade nas Regiões Ultraperiféricas (RUP) e mesmo em relação à nova Política Agrícola Comum (PAC) têm todas as condições para se manter”, declarou João Ponte.

O titular da pasta da Agricultura do Governo dos Açores, que falava aos jornalistas, foi hoje ouvido na Comissão de Economia do parlamento açoriano sobre os rendimentos disponíveis para o setor, na sequência de uma iniciativa parlamentar do PSD/Açores.

O governante referiu que em relação às questões que continuam em aberto se vai “continuar a trabalhar na região junto das instâncias europeias e do Governo da República para acautelar os interesses dos Açores”, sendo os fundos comunitários uma “peça importante” para alavancar o setor.

João Ponte declarou que reuniu com a unidade de gestão do POSEI no âmbito das propostas de alteração ao subprograma e que pretende avançar com as medidas de revisão do programa específico das RUP até finais de julho, sendo a proposta aprovada pela Comissão Europeia em dezembro.

O deputado social-democrata António Almeida, porta-voz do partido para a Agricultura, também em declarações aos jornalistas, declarou que o Governo Regional deveria promover uma “mudança de estratégia na sequência da alteração do cenário da produção do leite” para fazer face à “degradação do rendimento dos produtores”, já em 2015, com o final do regime de quotas leiteiras.

“O anúncio de um plano estratégico para os laticínios dos Açores, a concluir até final do ano, deveria ter acontecido há três ou quatro anos, uma vez que o impacto do fim das quotas já era conhecido”, disse o parlamentar.

Para António Almeida, o setor dos laticínios enfrenta um “conjunto de desafios que devem merecer o contributo de todos no pressuposto de não ser tarde demais reorientar a indústria para novos mercados”, uma vez que 85 a 90% dos produtos lácteos açorianos são canalizados para o mercado continental.

Comente este artigo

O artigo Governo dos Açores “convicto” que decisões para a agricultura se vão manter com nova Comissão foi publicado originalmente em Açoriano Oriental.

Anterior ¿Se puede denegar una ayuda al bienestar animal por tener dos especies en la explotación?
Próximo Prevenção da Fitóftora: do Viveiro ao Montado

Artigos relacionados

Últimas

Comissão Europeia não renova aprovação da substância activa clorprofame

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Entra em vigor a 8 de Julho o Regulamento de Execução (UE) 2019/989 da Comissão, […]

Últimas

Concursos Nacionais no CNEMA destacam produtos tradicionais portugueses

[Fonte: Voz do Campo]
O CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém, […]

Últimas

Fruta Feia celebra 5.º aniversário e evita mais de 1.300 toneladas de desperdício

[Fonte: Anipla – fitotema]

São já 187 os produtores/agricultores de todo o género de fruta e legumes que fornecem a Fruta Feia, […]