GNR identifica homem de 60 anos por incêndio em Montalegre após queimada ilegal

GNR identifica homem de 60 anos por incêndio em Montalegre após queimada ilegal

Um homem de 60 anos foi identificado por incêndio florestal, no concelho de Montalegre, que teve início após uma queimada não autorizada, divulgou hoje a GNR de Vila Real.

Em comunicado, aquela força de segurança explicou que após um alerta para um incêndio florestal em Montalegre, no distrito de Vila Real, elementos do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Chaves “deslocaram-se de imediato para o local, onde apuraram que o incêndio teve início numa queimada não autorizada que se descontrolou”.

“No decorrer das diligências policiais, foi possível identificar o suspeito”, um homem de 60 anos, pode ler-se.

O Comando Territorial da GNR de Vila Real revelou ainda que os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Montalegre.

No comunicado a GNR destacou também que “a proteção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades”.

E relembrou que “em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia” e que “a realização de queimadas só é permitida após autorização do município ou da freguesia e carece de acompanhamento de um técnico credenciado em fogo controlado”.

“Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel”, alertou.

Comente este artigo
Anterior Governo só tem 97 candidaturas às verbas de 615 milhões do PRR para as florestas
Próximo Engenheiro eletrotécnico detido é suspeito de pelo menos 16 fogos incluindo o de Mação em 2017

Artigos relacionados

Últimas

Ministra apresenta “Agenda da Inovação – Estratégia da Agricultura 20-30”

Na manhã de 11 de Setembro, a ministra da Agricultura vai apresentar publicamente a “Agenda da Inovação – Estratégia da Agricultura 20-30”. […]

Últimas

Prémios Guarda-Rios distinguem projecto de Lousada e Movimento Protejo

O GEOTA voltou a galardoar as boas e as más práticas na protecção dos rios em Portugal. Associação dos Beneficiários do Mira distingue-se pela negativa, […]

Últimas

Live: A importância da Produção Animal para a sustentabilidade social e ambiental

Participação de Nuno Carolino, secretário da direcção da SPREGA e investigador do INIAV (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária). […]