Gerir a floresta e prevenir incêndios com tecnologia: é possível, necessário e urgente

Gerir a floresta e prevenir incêndios com tecnologia: é possível, necessário e urgente

A gestão da floresta e do fogo está longe de ter apenas um efeito mitigador nos incêndios: se abordada de forma estratégica e colaborativa, terá um efeito multiplicador na economia, na sociedade e no ambiente.

No ano passado, só entre janeiro e outubro, arderam em Portugal quase 66 mil hectares de área florestal. De acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, no período 2010-2019 arderam, em média, cerca de 136 mil hectares por ano.

Num ano marcado por uma crise de saúde pública global, o desafio de mantermos na agenda temas sazonalmente percecionados como não urgentes é ainda maior. Estes dados mostram que continua a ser necessário e iminente repensar tudo o que está a ser feito – e fazer diferente; fazer melhor; trazer a tecnologia e transformar a floresta num laboratório com vista a recolher dados que nos permitam maximizar a sua valorização.

A gestão da floresta e do fogo está longe de ter apenas um efeito mitigador nos incêndios: se abordada de forma estratégica e colaborativa, terá um efeito multiplicador na economia, na sociedade e no ambiente.

A floresta portuguesa mobiliza cerca de 24 mil empresas, sendo responsável por cerca de 100 mil empregos e por 10% das exportações portuguesas. Pela sua capacidade de aumentar a coesão territorial, por permitir incorporar valor a partir de matérias-primas produzidas localmente, e por assegurar relevantes serviços dos ecossistemas, a floresta nacional é um motor de desenvolvimento do país que pode ser potenciado.

Numa altura em que urge encontrar modelos de desenvolvimento sustentável, esta é, provavelmente, a melhor oportunidade para dedicar à floresta e aos seus agentes uma atenção com verdadeiro

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior CAP strategic plans: Issues and expectations for EU agriculture
Próximo Incêndios: Plano de Combate da Madeira vigora entre 15 de junho e 31 de dezembro

Artigos relacionados

Notícias meteorologia

Previsão do tempo para a semana 25 – 31 Outubro

“Previsão do tempo para a semana – Tempo estável e subida da temperatura a partir de 3ª feira. Ondulação significativa!” […]

Nacional

Cereais do Alentejo ajudam Nestlé a atingir a neutralidade carbónica até 2050

Perante o risco que as alterações climáticas representam para o futuro da alimentação e tendo em conta que a produção e o consumo de alimentos são uma das principais fontes de emissões […]

Últimas

Estudo aborda tendências no setor agroalimentar até 2050

[Fonte: Rede Rural Nacional] A plataforma Think Tank do Parlamento Europeu disponibilizou online o estudo “Megatendências no setor agroalimentar: visão global e possível resposta política da perspectiva da UE”. […]