Futuro do regadio em debate nas XI Jornadas FENAREG – 15 e 16 de novembro – Montes Velhos

Futuro do regadio em debate nas XI Jornadas FENAREG – 15 e 16 de novembro – Montes Velhos

08 de Novembro de 2018

Futuro do regadio em debate nas XI Jornadas FENAREG

A Federação Nacional de Regantes de Portugal organiza as XI Jornadas FENAREG – ENCONTRO REGADIO 2018, nos dias 15 e 16 de novembro, em Montes Velhos, no concelho de Aljustrel, com a colaboração da Associação de Beneficiários do Roxo, associando-se assim às comemorações dos 50 anos desta obra de regadio público.

Ponto de encontro dos principais stakeholders envolvidos com o regadio e com a gestão da água, a edição deste ano incidirá sobre as políticas públicas que irão marcar o futuro do setor, num importante momento de reflexão e de definição de estratégias de desenvolvimento da agricultura e dos territórios rurais.

Durante o evento será apresentado um contributo para o desenvolvimento de uma Estratégia Nacional para o Regadio até 2050. Este elenca objetivos estratégicos para o desenvolvimento do regadio em Portugal a longo prazo, propõe critérios de orientação das políticas públicas de regadio e um modelo de financiamento para o período 2020-2050. O estudo é promovido pela FENAREG e realizado pela AGRO.GES.

O regadio público na área de influência de Alqueva será outro dos temas em destaque nas Jornadas. A FENAREG e a Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) vão apresentar estudo que propõe um novo modelo de gestão da rede primária e das redes secundárias de distribuição da água no perímetro de rega de Alqueva e nos perímetros confinantes e que defende uma política articulada de tarifários. O estudo é realizado por investigadores do Instituto Superior de Agronomia.

As Jornadas encerram, no dia 16 de Novembro, com um almoço comemorativo dos 50 anos do Aproveitamento Hidroagrícola do Roxo, com a presença do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

→Consulte mais informações aqui←

→Consulte o Programa Jornadas FENAREG 2018 aqui←

Comente este artigo
Anterior Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2019 - Medidas com impacto para o Sector Agrícola e Florestal
Próximo O sector agrícola no OE 2019: apreciação global no debate na especialidade

Artigos relacionados

Eventos

Riscos Climáticos Aplicados à Agricultura – 08 a 17 de Novembro 2017 – Coimbra

Por motivos logísticos o curso Riscos Climáticos Aplicados à Agricultura organizado pelo The Berry Project foi adiado para 08 a 17 de Novembro de 2017. […]

Nacional

Apresentação das Startups do programa cropUP – 29 de Setembro – Sessão online

O cropUP é um programa que apoia startups, que desenvolvem soluções inovadoras para o sector agroalimentar e florestal, a desenvolverem o seu negócio. […]