Furacão Lorenzo – Açores

Furacão Lorenzo – Açores

[Fonte: BestWeather]

SITUAÇÃO DE RISCO EXTREMO

O Furacão Lorenzo é neste momento um ciclone de categoria 1 posicionado a sudoeste de Cabo verde.

As previsões apontam para que o furacão se desloque em direcção ao Atlântico central, curvando em seguida para norte em direcção aos Açores. Durante este processo o ciclone vai intensificar até cat3 ou superior.

Como já tínhamos vindo a adiantar, esperamos que os Açores sejam afectados pelo furacão entre dias 2 e 4 de Outubro.

Já a partir deste fim de semana, nomeadamente de Domingo dia 29, esperamos que os Açores comecem a ser influenciados por massas de ar tropical, associadas aos restos da tempestade tropical Jerry e a uma perturbação centrada sobre o Atlântico central.

Este conjunto de perturbações deverá causar um agravamento das condições meteorológicas já a partir dos últimos dias de Setembro, com ocorrência de precipitação, por vezes acompanhada de trovoada.

O Lorenzo deverá interagir com este sistema localizado a sudoeste dos Açores, o que resultará numa gradual rotação do furacão para norte em direcção aos Açores. Não é possível saber exactamente como é que esta interacção entre o Lorenzo e as perturbações vai resultar em termos de condições de intensificação do Lorenzo e trajectória exacta, mas sabemos que a probabilidade do furacão passar sobre ou num raio de grande proximidade aos Açores é muito elevada.

Também estimamos que o furacão possa chegar ao território insular com intensidade compreendida entre categoria 1 e 3.

É de referir que o ciclone, ao chegar aos Açores, vai interagir com uma perturbação, desta vez polar, associada a uma baixa pressão não-tropical que se vai aproximar vinda do Canadá.

Alguns modelos simulam que o Lorenzo irá interagir de forma construtiva com esta perturbação, resultando num processo explosivo de transição extratropical, com re-intensificação do ciclone á medida que se transforma de um ciclone tropical para um não tropical.

Com este processo de transição para um ciclone não tropical teremos uma expansão do campo de ventos e, portanto, é praticamente garantido que o Arquipélago seja afetado na sua totalidade por condições bastante adversas.

Os principais riscos serão:
– Ventos destrutivos.
– Precipitação abundante e excessiva.
– Ondulação extremamente significativa.

No continente esperamos condições de bom tempo, mas teremos um aumento significativo da ondulação na costa ocidental, resultante da passagem do ciclone nos Açores.

Comente este artigo

O artigo Furacão Lorenzo – Açores foi publicado originalmente em BestWeather.

Veja a previsão do tempo e a melhor altura para pulverizar na nossa página de Meteorologia powered by Syngenta.

Anterior Jovens agricultores com novos apoios
Próximo CCSC promove evento dedicado às diversas fileiras do Montado

Artigos relacionados

Dossiers

Los corderos se mantienen pese a su escasa demanda

[Fonte: Agropopular – Cotações]
En los precios de los corderos no hubo una tónica general ya que aunque se anotaron algunas subidas, […]

Notícias PAC pós 2020

El FEGA precisa los criterios para acceder a los derechos de la reserva nacional en 2019

[Fonte: Agropopular – UE]

El Fondo Español de Garantía Agraria (FEGA) ha publicado una circular en la que precisa los requisitos que deben cumplirse para poder acceder a derechos de pago básico de la reserva nacional en el presente año 2019. […]

Cotações PT

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 29 Julho a 4 Agosto 2019

[Fonte: Agricultura e Mar – Cotações]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
As cotações médias nacionais do porco classe E e do porco classe S mantiveram-se estáveis em relação à […]