Fundo Ambiental dá 3,4 milhões de euros a proprietários florestais do Açor e Tejo

Fundo Ambiental dá 3,4 milhões de euros a proprietários florestais do Açor e Tejo

Catorze proprietários florestais das áreas protegidas da Serra do Açor e do Parque Natural do Tejo Internacional vão receber 3,4 milhões de euros do Fundo Ambiental para executar projetos de conservação e prevenção de incêndios, anunciou hoje o Governo.

Numa nota à comunicação social, no Dia Mundial da Floresta, o gabinete do ministro do Ambiente e da Ação Climática refere que o Fundo Ambiental concluiu a assinatura dos contratos com os 14 beneficiários da primeira fase do Programa de Remuneração dos Serviços dos Ecossistemas em Espaços Rurais – Paisagem Protegida da Serra do Açor e Parque Natural do Tejo Internacional.

O Fundo Ambiental aprovou 14 de um total de 15 candidaturas, no valor global de 3,4 milhões de euros.

Os proprietários florestais beneficiários do apoio financeiro “terão de assegurar o planeamento, a execução, a gestão e a avaliação da intervenção por um prazo de 20 anos consecutivos”, assinala a nota, sublinhando que “os projetos agora aprovados vão contribuir para a criação de territórios mais resistentes ao fogo e fomentar o seu rendimento”.

Alguns dos projetos aprovados preveem “a retirada dos eucaliptos e a plantação de espécies que sejam mais resilientes ao fogo, como os povoamentos mistos que incluam carvalho-alvarinho e castanheiro”, assim como “o tratamento de linhas de água”.

A primeira fase do Programa de Remuneração dos Serviços dos Ecossistemas em Espaços Rurais – Paisagem Protegida da Serra do Açor e Parque Natural do Tejo Internacional destinava-se a financiar projetos que “visam o combate à erosão, a retenção do carbono, a regulação do ciclo hidrológico ou questões ligadas à conservação da natureza e da biodiversidade e a redução da suscetibilidade ao fogo”.

ER // JPS

Continue a ler este artigo na Visão.

Comente este artigo
Anterior Milhares de litros de leite de ovelha estão a ser deitados ao esgoto
Próximo Previsão semanal do tempo 22 – 28 Março

Artigos relacionados

Últimas

Oferta de emprego – Técnico-comercial para Fitossanidade – Engenheiro Agrónomo – Palmela

Biosani vai admitir um técnico-comercial para Fitossanidade. […]

Nacional

Técnicos ilibados depois de receberem dinheiro e borregos. DIAP quer levar 157 pessoas a julgamento

Foram inocentados, depois de terem recebido pagamentos por elaborarem candidaturas a fundos comunitários para agricultores. com suspeitas de […]

Nacional

Junho foi um mês negro para a floresta amazónica

A desflorestação de Junho foi 80% superior a igual mês do ano passado. A política ambiental de Bolsonaro ameaça a maior floresta tropical do mundo, […]