Frutos secos. Centro Nacional de Competências organiza visita técnica a Itália

Frutos secos. Centro Nacional de Competências organiza visita técnica a Itália

O Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos (CNCFS) está a organizar uma visita técnica a Alba, em Itália.

Focada nas culturas  da aveleira e castanheiro, a visita está programada para ter início no dia 29 de julho (partida). Para o dia 30 está agendada a visita a pomares de avelã e logo no dia seguinte à fábrica da Ferrero Rocher incluindo apresentação dos projetos mundiais e oportunidades em Portugal.

O dia 1 de agosto será para conhecer a Pegaso (empresa que comercializa T. sinensis ) seguindo-se a visita a soutos recuperados do ataque da vespa-das-galhas-do-castanheiro.

Antes do regresso a Portugal, para dia 2 de agosto está projetada a visita a pomares de avelãs e/ou cooperativas agrícolas.

A viagem terá um custo de 800 € para sócios e 870€ para não sócios, estando sujeito a ligeiras alterações. Inclui: Viagem, alojamento em quarto duplo com pequeno almoço e deslocações em Itália.

As inscrições podem ser feitas até dia 17 de junho para o email [email protected]

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Advanced Products Portugal com soluções para apoiar a exportação de vinhos
Próximo AJAP promove Seminário Jovem Empresário Rural em Alfândega da Fé

Artigos relacionados

Últimas

Oliveira da Serra distinguido como o melhor azeite verde ligeiro do Mundo

Oliveira da Serra foi eleito o melhor azeite na categoria Frutado Verde Ligeiro num dos mais prestigiados concursos de azeite a nível internacional – Mario Solinas Quality Award. […]

Nacional

“No início não nos ligavam nenhuma e achavam que éramos uns doidinhos com isso das algas”. Hoje são uma referência de inovação em Aveiro

São as instalações da Algaplus, uma empresa “de produção primária, aliada à biotecnologia azul, que tem por objeto principal o cultivo de algas”, […]

Dossiers

Comissão para os Mercados e Produtos Florestais deve ser reactivada, defende ex-secretário de Estado

Amândio Torres, titular da pasta das florestas de 2015 a 2017, diz que a comissão, criada em Abril de 2017 e que cessou actividade no ano seguinte, “desenvolvia tanto trabalho que é difícil de engolir […]