Frusoal quer valorizar o sabor dos citrinos do Algarve com duas marcas novas

Frusoal quer valorizar o sabor dos citrinos do Algarve com duas marcas novas

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A organização de produtores Frusoal lançou hoje, 6 de Fevereiro, no primeiro dia da Fruit Logistica – feira internacional que tem lugar até 8 de Fevereiro, em Berlim, na Alemanha –, duas novas marcas próprias para os citrinos do Algarve que produz. Segundo um comunicado da empresa, a marca Gomo é destinada aos citrinos de categoria superior premium e a marca Biogomo será para comercializar laranjas produzidas em modo biológico.

Estas duas insígnias surgem «com o foco na internacionalização», sendo que a Frusoal já exporta cerca de 25% da fruta que comercializa. «Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Suíça e Polónia são os mercados prioritários da organização, que está também a desbravar novas geografias, como Noruega e Suécia.»

Neste âmbito, «o lançamento das duas marcas tem como objectivo reforçar as exportações da Frusoal e valorizar o sabor dos Citrinos do Algarve, nomeadamente as laranjas de calibres superiores, assim como as de produção biológica – incluindo aquelas com classificação IGP (Indicação Geográfica Protegida)», explica a empresa. O comunicado refere que «estes citrinos são produzidos em mais de uma dezena de concelhos da região algarvia» e que são conhecidos «pela sua casca fina e intensamente colorida e brilhante, mas sobretudo pelo elevado teor em sumo de sabor muito doce».

Pedro Madeira, sócio-gerente da Frusoal, assinala que a empresa está presente «em mercados próximos do Centro da Europa, o que, dada a sua proximidade, nos permite trabalhar com frutas mais maduras e, por isso, com mais sabor». No comunicado, também é indicado que a Frusoal – com perto de 100 produtores associados – «sentia que ainda não havia uma marca distintiva que identificasse os gomos mais doces dos citrinos algarvios, tanto no mercado doméstico como além-fronteiras».

Biogomo_Frusoal1

Para Pedro Madeira, «o lançamento destas marcas comerciais permite não só gerar valor acrescentado para os nossos produtos e associados, como também cria maior notoriedade para a produção nacional, que assim ganha diferenciação e maior capacidade de negociação, tanto no mercado português como nas geografias de exportação». As duas marcas – em cujo lançamento esteve presente Luís Capoulas Santos, ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural – «remetem para a doçura e sabor intensos dos citrinos algarvios», assumindo a declaração “Sabor, gomo a gomo” – Flavour, in every pice, em inglês; Saveur, quartier à quartier, em francês.

A Frusoal tem em marcha um plano de internacionalização «para reforçar o peso das suas vendas no exterior», cofinanciado pelo Programa Operacional Cresc Algarve 2020, com um montante de investimento elegível global de 259.552,50 euros, dos quais 45% são oriundos do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (Feder). O sócio-gerente da Frusoal afirma que esperam, «em 2020, alcançar um volume de negócios de 25 milhões de euros», e que «o reforço da presença nos mercados, com produtos de qualidade superior e de valor acrescentado, é crucial para atingir este objectivo».

Outra das prioridades da empresa é a aposta nos citrinos biológicos, «para ir ao encontro das tendências de consumo». A Frusoal está actualmente a alargar a área de produção em modo biológico.

Comente este artigo

O artigo Frusoal quer valorizar o sabor dos citrinos do Algarve com duas marcas novas foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior Governo anula há dois meses incentivos às empresas para limpar projetos parados
Próximo AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação

Artigos relacionados

Dossiers

Há 28 autarquias sem plano de prevenção de incêndios. Governo quer aplicar sanções

[Fonte: Público]
Luís Capoulas Santos, ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, considera “incompreensível” que ainda existam 28 câmaras com planos desactualizados.
O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, defende a “aplicação de sanções” aos municípios que não possuam um Plano Municipal de Defesa da Floresta contra incêndios actualizado. […]

Nacional

Portugal Ventures investe mais de meio milhão na Agri Marketplace

[Fonte: Vida Rural]

Em 2018 foi a grande vencedora do Food Accelerator Network Programme (FAN), uma iniciativa do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT), e agora vai receber um financiamento de 600 mil euros da Portugal Ventures. Falamos da Agri Marketplace, […]

Últimas

Fogo em Abrantes já está em fase de resolução

[Fonte: Rádio Renascença]

Um incêndio que lavrou com intensidade desde as 17h10 desta terça-feira num povoamento florestal em Fontes, concelho de Abrantes, entrou em fase de resolução às 19h53, mantendo-se no terreno perto de 300 operacionais, disse fonte da Proteção Civil. […]