Foco de Peste Suína Africana detetado na ilha cabo-verdiana da Boa Vista

Foco de Peste Suína Africana detetado na ilha cabo-verdiana da Boa Vista

A câmara municipal da ilha cabo-verdiana da Boa Vista proibiu a partir de hoje o abate sem autorização de suínos, depois de confirmados laboratorialmente sete casos de Peste Suína Africana (PSA), anunciou a autarquia.

Em comunicado, a Câmara da Boa Vista refere que das 31 amostras suspeitas enviadas para análise no laboratório veterinário da Direção de Serviço da Pecuária cabo-verdiano, sete foram confirmadas com anticorpos de PSA.

Os casos foram registados em explorações suinícolas localizadas na Zona Industrial de Sal-Rei, tendo as autoridades locais avançado com a implementação de medidas sanitárias, envolvendo a Câmara da Boa Vista, o Ministério da Agricultura e Ambiente, a Delegacia de Saúde e Polícia Nacional, “em prol da defesa da Saúde Pública”.

Acrescenta que ficam “totalmente proibidas” atividades como o abate de suínos “sem a devida autorização”, a circulação de suínos entre localidades daquela ilha e para outras ilhas, incluindo produtos derivados.

No comunicado é feito ainda apelo à colaboração da população para não adquirir ou consumir carne de porco sem o certificado de salubridade emitido pela autoridade veterinária local “e, em circunstância alguma, consumir carne de porco de origem duvidosa”.

Comente este artigo
Anterior Regantes de Alqueva fecham 2020 com dívida de quase 5,5 milhões de euros
Próximo Alentejo: Exportação de produtos continua a crescer

Artigos relacionados

Nacional

O uso eficiente da água na agricultura é fundamental

A transição para uma agricultura mais tecnológica e sustentável exige apoio e demonstração num contexto de proximidade e não requer obrigatoriamente aumento de custos […]

Últimas

El precio del porcino de capa blanca en caída libre

Nuevo descenso en los precios del porcino de capa blanca, siguiendo la tónica de los últimos cuatro meses en los que ha perdido más de 50 céntimos, […]

Sugeridas

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Fevereiro de 2021

As previsões agrícolas, em 31 de janeiro, apontam para uma diminuição de 25% na produção de azeitona para azeite, essencialmente devido ao fraco vingamento dos frutos […]