Ferramentas e metodologias de gestão de projetos no setor agrícola

Ferramentas e metodologias de gestão de projetos no setor agrícola

O presente questionário é realizado no âmbito de uma dissertação do Mestrado em Gestão de Projetos do ISEG – Lisbon School of Economics & Management da Universidade de Lisboa, e tem como objetivo traçar o perfil de utilização e sucesso de metodologias e ferramentas de implementação de projetos no setor agrícola.

Se trabalha em várias explorações agrícolas ou desenvolveu vários projetos de investimento nos últimos anos, por favor responda sobre a/o mais relevante.

O tratamento do questionário não permite a identificação individual de cada respondente, sendo as respostas totalmente confidenciais. O questionário tem uma duração aproximada de 7 a 10 minutos.

Este questionário é aplicável a explorações que tenham efetuado investimentos agrícolas em Portugal (excluindo pecuária e agroindústria).

Clique aqui para responder ao questionário, que permitirá desenvolver o projeto de investigação.

Os resultados do estudo serão apresentados em sessão pública.

Dissertação desenvolvido em parceria, pelas seguintes entidades:  ISEG – Lisbon School of Economics & Management em colaboração com o Instituto Superior de Agronomia.

Comente este artigo
Anterior CDS questiona Governo sobre futuro do VITIS
Próximo CAULÉ – CAULÉ. Afinal o que é? Autor: João Cruz

Artigos relacionados

Blogs

Opinião | Não faz sentido ignorar a ciência: OGM e o dilema do PE*

Crédito da imagem: MJ Graphics / Shutterstock 
“A Europa parece cada vez mais preparada para enfrentar os desafios do século XXI e liderar o caminho para um futuro “mais verde” […]

Últimas

INIAV: Ministério da Agricultura reforça capacidade de resposta laboratorial no combate à pandemia

O Ministério da Agricultura, através do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), e em articulação com o Ministério da Saúde, […]

Últimas

MAI diz que responsabilidade do combate aos incêndios cabe a todos

“A responsabilidade é mesmo de todos e, por isso, o que nós [Governo] olhamos com muita confiança é que temos, quando o combate está […]