Feira do Porco Alentejano volta a Ourique – 19 a 21 de março de 2021

Feira do Porco Alentejano volta a Ourique – 19 a 21 de março de 2021

Por maior que seja o nosso compromisso com as dinâmicas locais, a gestão de um território e as nossas marcas de identidade, nada é mais importante do que salvaguardar as pessoas perante os riscos.

O país está confrontado com uma epidemia de COVID 19, que implica diversos riscos individuais e comunitários.

Em linha com as orientações das autoridades de saúde nacionais e internacionais, atentas às melhores práticas preventivas para a salvaguarda das pessoas perante as situações de riscos, o Município de Ourique vê-se na contingência de cancelar a XIV Edição da Feira do Porco Alentejano, prevista para ocorrer de 27 a 29 de março de 2020.

Município de Ourique tem afirmado a fileira do porco alentejano como pilar da sua identidade e da estratégia de desenvolvimento local, sendo a feira anual um importante momento de exposição e de fidelização de pessoas em relação à nossa realidade rural.

O risco de propagação inerente à concentração de milhares de pessoas no espaço de realização da Feira do Porco Alentejano e as orientações preventivas das autoridades de saúde, constantes do Plano Nacional de Contingência, determinam a presente tomada de decisão.

Com saúde, não faltarão oportunidades para voltar a reafirmar um setor vital para a nossa economia local e para a comunidade de Ourique.

Com saúde, não faltará força e determinação para continuar a projetar Ourique como território rural do Interior, comprometido com a geração de oportunidades de afirmação individual e comunitária.

Os Baixo Alentejanos já demonstraram terem uma elevada capacidade de resiliência. Uma vez mais, somos postos à prova e responderemos com a firmeza da nossa determinação em valorizar o Mundo Rural e gerar esperança para o futuro.

Apesar das circunstâncias e da forçosa decisão, o Município de Ourique agradece a todos quantos se empenharam para a realização da XIV Edição da Feira do Porco Alentejano, de 27 a 29 de março de 2020.

O vosso compromisso é uma inspiração para que prossigamos como comunidade o trabalho que temos realizado na afirmação da nossa realidade rural.

A XV edição da Feira do Porco Alentejano de 2021 decorrerá de 19 a 21 de março.

Marcelo Guerreiro

Presidente da Câmara Municipal de Ourique


A Feira do Porco Alentejano, organizada pelo Município de Ourique, realiza-se de 27 a 29 de Março de 2020, em mais uma parceria com a ACPA — Associação de Criadores de Porco Alentejano.

“A Feira do Porco Alentejano assumiu-se ao longo dos anos como uma montra da excelência desta fileira agroalimentar, um ponto alto da projecção do nosso Mundo Rural e um momento de grande afirmação de Ourique e dos ouriquenses”, diz um comunicado da autarquia presidida pelo socialista Marcelo Guerreiro.

Em 2020, estão assim de regresso a Ourique as “tradições, o potencial, as vivências e os desafios de quem trabalha no campo e nas explorações com sentido de memória, de presente e de construção de um futuro para a nossa terra”.

Acrescenta a mesma fonte que se trata de um evento que “há muito ultrapassou as fronteiras de Ourique e da região do Baixo Alentejo”, que mobiliza anualmente “milhares de visitantes que assistem e participam nos espectáculos, nas tasquinhas, nos concursos, nos colóquios, nos showcookings e nas experiências gastronómicas ao dispor”.

Identidade do Baixo Alentejo

O Mundo Rural é “parte da identidade do Baixo Alentejo e um pilar importante da afirmação económica dos territórios, com crescente relevância na resiliência perante as dinâmicas negativas que afectam os territórios do interior”, acrescenta o mesmo comunicado.

E frisa que “há muito que o Município de Ourique coloca a fileira do porco alentejano e o Mundo Rural como factores de reafirmação da identidade, de dinamização da economia local e de atracção de visitantes ao concelho”.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Caulino protege vinhas do sol e melhora produção de vinho no Douro
Próximo Entre as 21 barragens das bacias do Sado e Guadiana, 16 têm caudal inferior a 50%

Artigos relacionados

Eventos

Conferência APEZ: Carne Maturada – 20 de janeiro

A produção animal é um setor cada vez mais exigente e com necessidade de se adaptar a novas condições de mercado para se manter economicamente competitivo. A carne maturada tem sido um produto que tem intrigado e despertado […]

Últimas

GM crops: Kenya and Nigeria progress as Uganda falters

Though several African countries, including Kenya, Nigeria and Ethiopia, are making tremendous strides in their quest to develop and commercialize […]

Dossiers

IVDP: baixar teor de álcool no vinho do Porto “vai ao encontro da tendência mundial”

A alteração introduzida pelo Decreto-Lei n.º 7/2019, de 15 de janeiro, vai “permitir que os vinhos não integrados nas categorias especiais sejam comercializados com um mínimo de 18% volume” (ao invés dos 19 graus de teor de álcool previstos na legislação precedente). […]