Federação Agrícola dos Açores demonstra a sua preocupação face à greve geral prevista nos matadouros

Federação Agrícola dos Açores demonstra a sua preocupação face à greve geral prevista nos matadouros

A Federação Agrícola dos Açores informa que a greve geral dos trabalhadores dos matadouros públicos da região, prevista para a próxima semana, promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas, pode constituir uma grave perturbação na atividade agrícola da região.

Esta tomada de posição do sindicato, legitima e dentro da legalidade, constituirá em muitas das ilhas da região, um obstáculo ao abate dos animais necessários não só para o mercado local, bem como para o exterior, podendo provocar o sobre encabeçamento nalgumas explorações agropecuárias, com todos os inconvenientes daí decorrentes, nomeadamente, ao nível dos custos de produção, podendo pôr igualmente em causa, os contratos assumidos pelos operadores com a distribuição.

A Federação Agrícola dos Açores informa que tem estado em contactos com o Presidente do Governo dos Açores e com o Secretário Regional da Agricultura e Florestas para que possam ser encontradas soluções que sejam do agrado de todos os intervenientes e assim, criarem-se condições para que não se interrompa duma forma abrupta, o normal funcionamento da atividade agropecuária na região.

Comente este artigo
Anterior Isabel Estrada Carvalhais: “Covid-19 continua a ter repercussões muito negativas no mercado da carne”
Próximo European Commission seeks feedback on the CAP’s impact on natural resources

Artigos relacionados

Comunicados

Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. destaca equipas para avaliar no terreno consequências das intempéries

A ocorrência da intempérie de granizo e trovoadas a 28 de maio de 2018, na Região Demarcada do Douro, fez o IVDP, IP deslocar ao local uma equipa de fiscalização para contabilização das perdas na produção e número de viticultores afetados, não havendo, ainda, resultados desta verificação. Foram já contactados vários viticultores que confirmaram danos localizados, registando-se pontualmente elevados prejuízos […]

Últimas

Mais de 13 mil capturas registadas Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina em Montalegre

Tendo em conta o elevado risco ecológico que representa para a saúde pública e economia local, o município de Montalegre elaborou um plano municipal de combate à vespa velutina. […]

Nacional

Floresta destruída por queimadas. Alto Minho perdeu mais de 22 milhões de euros em três anos

Os 10 concelhos do distrito de Viana do Castelo perderam, entre 2015 e 2017, mais de 22,8 milhões de euros de “valor florestal” […]