Falta de procura leva a crise na criação do porco alentejano

Falta de procura leva a crise na criação do porco alentejano

Devido à crise provocada pela COVID-19, a procura pelo porco alentejano diminuiu e teve uma quebra no preço em cerca de 35%, segundo a SIC.

A Associação de Criadores de Porco Alentejano venderia 20 mil porcos por cerca de 10 ME, porém, até ao momento, conseguiram vender 65% da produção, mas a um preço mais baixo.

Paulo Tenreiro, criador de porco alentejano, afirma à SIC que os porcos “são produtos preferencialmente consumidos em momentos de convívio como casamentos, festas, férias, no Natal e, portanto, isto provocou uma fortíssima redução de procura”. O criador adianta que se prevê “uma redução de preço muito significativa, na ordem dos 35%, e isso irá minar a capacidade de sobrevivência deste sistema tão sensível”.

Também Francico Alves, criador, afirma: “estamos a correr o risco de chegar ao fim de dois anos de trabalho e não conseguir vender”.

O Ministério da Agricultura lançou recentemente um apoio que inclui o setor mas, segundo os produtores, não é suficiente.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Campanário.

Comente este artigo
Anterior Estudo quer apurar por que razão uns pinheiros resistem ao nemátodo e outros não
Próximo Live-stream: Webinar de Comemoração do Dia Mundial do Solo

Artigos relacionados

Nacional

Portugal Fresh tem inscrições abertas para a Fruit Atttraction

A Portugal Fresh encontra-se a preparar a sua 9ª participação na Fruit Attraction em Madrid, de 22 a 24 de outubro, uma das maiores feiras mundial dedicadas às frutas e legumes e que ganha a cada ano que passa uma maior importância para o setor nacional. […]

Nacional

Limites à circulação na Páscoa podem gerar demoras no abastecimento

A sexta reunião do Grupo de Acompanhamento e Avaliação das Condições de Abastecimento de Bens nos Sectores Agro-alimentar e do Retalho, criado […]

Últimas

Nova rede transeuropeia de apoio à produção de carne bovina | Projeto Europeu BovINE lançado hoje tem Portugal como parceiro

2 milhões de euros financiados pela UE para desenvolver uma Rede de Inovação de Carne de Bovino na Europa (Beef Innovation Network across Europe)
Uma nova rede transeuropeia de apoio à […]