Exportações da fileira do pinho subiram 3% em 2019 para 1.876 ME

Exportações da fileira do pinho subiram 3% em 2019 para 1.876 ME

As exportações da fileira do pinho subiram 3% em 2019, face ao ano anterior, para 1.876 milhões de euros, destacando-se as de ‘pellets’ com 99 milhões de euros (+45%), avançou hoje o centro PINUS.

De acordo com os dados hoje divulgados por esta associação, que reúne os principais agentes da fileira do pinho, as exportações de pellets subiram 45%, no ano em causa e em comparação com o anterior, para 99 milhões de euros, seguidas pelas de painéis, que progrediram 13% para 209 milhões de euros e pelas de mobiliário, que ascenderam 2% para 745 milhões de euros.

No sentido inverso, as exportações de resinosos cederam 6% para 103 milhões de euros, as de pasta e papel desceram 2% para 347 milhões de euros, enquanto as de madeira perderam 1% para 372 milhões de euros.

“A fileira do pinho representou 36% das exportações das indústrias florestas”, lê-se na publicação digital da PINUS “A Fileira do Pinho em 2019”.

O consumo de madeira totalizou, em 2019, 4,5 milhões de metros cúbicos (sem casca), o equivalente a mais 276 mil metros cúbicos (sem casca).

O centro PINUS notou ainda que, considerando que a disponibilidade de madeira de pinho está fixada em 1,77 milhões de metros cúbicos, o défice situa-se em 2,71 milhões de metros cúbicos.

“Estima-se que o défice de madeira de pinho represente 61% do consumo industrial”, revelou a associação, precisando que este indica “a possibilidade de corte em função do acréscimo médio anual dos pinhais”.

Indicadores da Fileira do Pinho em 2019

Comente este artigo
Anterior Fogo de Oleiros em julho queimou 2.900 hectares de pinheiro bravo
Próximo Bioestimulante nanotecnológico melhora desenvolvimento de hortaliças

Artigos relacionados

Últimas

Dar valor à produção local

Aromas do Valado
É um prazer para os sentidos visitar a Aromas do Valado. Em todas as salas, com destaque para a destilaria, […]

Nacional

Previsões agrícolas do INE: Produção forrageira inferior ao normal em Maio de 2019

Previsões agrícolas do INE, Maio 2029
As condições meteorológicas ocorridas ao longo do mês de Maio contribuíram para a rápida perda de humidade das pastagens e forragens, […]

Últimas

“Agricultura ecológica” e renovação do setor devem ser estimulados

O plano de recuperação de António Costa Silva defende o estímulo da agricultura ecológica e local e a definição de programas que permitam a […]