Évora. CONFAGRI esclarece agricultores no âmbito dos Regimes de Apoio aos Pagamentos Diretos

Évora. CONFAGRI esclarece agricultores no âmbito dos Regimes de Apoio aos Pagamentos Diretos

É já amanhã (19 de março, pelas 14h30) que a CONFAGRI vai realizar um colóquio no Auditório do NERE, com o objetivo de apresentar as principais alterações nas diferentes matérias de atualidade para o setor, com incidência nas regras de acesso aos Apoios aos Agricultores.

Esta iniciativa, organizada em colaboração com a ANPEMA (Associação Nacional de Pequenos e Médios Agricultores), com a CCAM do Alentejo Central e com a Rurambiente, é aberta a todos os agricultores da região revestindo-se da máxima importância para os profissionais do setor, tendo como objetivo a promoção do desenvolvimento sustentável das zonas rurais.

Recorde-se que estes apoios constituem o principal suporte da estabilização dos rendimentos agrícolas enquanto remuneração pelo fornecimento de bens públicos e compensação pelas normas de produção mais rigorosas aplicadas na U.E. Estes apoios fomentam, igualmente, sistemas de produção mais respeitadores do ambiente e dos recursos naturais, a introdução de práticas agrícolas alternativas, o emprego e o ordenamento sustentável do território.

O secretário-geral da Confagri, Francisco Silva, apela à presença e participação dos associados e da comunidade agrícola de Évora para que não haja falta de informação. “Para se puder usufruir de todos os direitos na sua plenitude temos de estar esclarecidos, por isso é da máxima importância ouvir aquilo que os nossos técnicos e as nossas Organizações locais têm para dizer sobre estas matérias que comprometem o futuro do setor e o futuro de cada um destes empresários”.

Temas Abordados

A sessão terá início com a intervenção de Albino Alves- Coordenador Financeiro da CONFAGRI, que abordará o Novo regime Contributivo dos Trabalhadores Independentes, que sofreu alterações substanciais no último Decreto-Lei 2/2018.

De seguida, e para esclarecer sobre os Pagamentos Diretos e o Desenvolvimento Rural no âmbito dos Apoios ao Rendimento, contaremos com a colaboração do Técnico da CONFAGRI para a Região, António Baião e, por último, para fazer o ponto de situação das negociações da PAC pós 2020, intervirá Isabel Basto, Representante da CONFAGRI em Bruxelas.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Origem dos alimentos: proteção dos consumidores ou protecionismo? - Francesco Montanari
Próximo El PE propone que los fondos de la PAC se liguen a medidas para reducir la contaminación del aire

Artigos relacionados

Sugeridas

Novo comissário europeu da Agricultura promete mudar modelo de reforma da PAC

O novo comissário europeu da Agricultura, o polaco Janusz Wojciechowski assegurou esta quarta-feira (2 de novembro) que irá […]

Nacional

Portugal 2020: Bruxelas pagou a Portugal quase 10 mil milhões até setembro

A Comissão Europeia (CE) transferiu para Portugal, até setembro, 9.704 milhões de euros, na sequência das operações financiados por fundos europeus afetos ao programa Portugal 2020, […]

Últimas

Empresa lituana de alimentos biológicos para cães procura fabricantes de carne e peixe seco

Uma empresa lituana, especializada em alimentos biológicos para cães, está à procura de fabricantes de carne e peixe seco: coelho, aves de caça (faisões e pato) e peixe (bacalhau, […]