Europa quer reforço da transparência nos preços do agroalimentar

[Fonte: Expresso]

A Comissão Europeia propôs esta quarta-feira em Bruxelas um conjunto de medidas que promovam uma maior transparência na forma como os preços dos produtos agroalimentares são determinados ao longo da cadeia de abastecimento alimentar. As medidas propostas abrangem os setores da carne, dos ovos, dos produtos lácteos, dos frutos e produtos hortícolas, das culturas arvenses, do açúcar e do azeite. A consulta pública à proposta de maior transparência decorrerá durante quatro semanas.

As propostas baseiam-se nos sistemas e procedimentos existentes de recolha de dados, utilizados pelos operadores e pelos Estados-membros para comunicar informações de mercado a Bruxelas, cujo âmbito de aplicação é alargado. Para o executivo comunitário, as diferenças de preços de compra e venda podem proporcionar informações sobre os custos intermédios – como transportes, seguros, armazenagem e outras – entre o vendedor e o comprador, visando reforçar o papel do agricultor na cadeia de abastecimento alimentar.

Em comunicado, a Comissão Europeia defende que “uma maior transparência permite apoiar melhores decisões empresariais e reforça a confiança numa relação justa entre as diversas fases da cadeia de abastecimento alimentar”. O acesso a informações atempadas e facilmente acessíveis sobre a evolução do mercado é também fundamental para a concorrência eficaz nos mercados mundiais, salienta ainda a Comissão.

“O reforço da transparência do mercado permitirá um acesso equitativo e uma maior clareza quanto à informação sobre os preços, tornando a cadeia alimentar mais justa e equilibrada”, disse o comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan. Cada Estado-membro será responsável pela recolha dos dados relativos aos preços e ao mercado.

Comente este artigo

O artigo Europa quer reforço da transparência nos preços do agroalimentar foi publicado originalmente em Expresso.

Anterior A verdade dos fundos
Próximo INE prevê queda de 15% na produção de trigo duro e triticale

Artigos relacionados

Nacional

Abril com maior volume de gado abatido em todas as espécies, excepto equídeos

[Fonte: Agricultura e Mar]
O peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em Abril de 2019 foi 40.502 toneladas, o que correspondeu a um acréscimo de 9,6% (-5,2% em Março), devido ao maior volume de abate registado nos bovinos (+2,9%), […]

Últimas

Prémio de 10.000 euros para projectos de inovação agro-alimentar

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

O Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia, da Comissão Europeia, está a premiar projectos inovadores na área agro-alimentar através do EIT Food, a maior rede europeia deste sector.
O ano passado a Sponsh (tecnologia que absorve humidade e rega as plantas) e TerraPro (tecnologia que controla cultivos aumentando a eficiência dos mesmos) foram as derradeiras vencedoras do Prémio de Inovação do EIT Food. […]

Últimas

Governo dos Açores pretende introduzir alterações no POSEI 2020

[Fonte: Açoriano Oriental]

O Governo dos Açores pretende introduzir alterações no âmbito do POSEI 2020, tendo em vista a reestruturação da produção leiteira e a melhoria da eficiência das explorações nas ilhas de São Miguel, Terceira e Graciosa.

Segundo disse o secretário regional da Agricultura, […]