“Estaremos seguramente num caminho de transferência crescente de mais-valias para toda a fileira”

“Estaremos seguramente num caminho de transferência crescente de mais-valias para toda a fileira”

José Maria Falcão, Presidente da Associação Interprofissional da Fileira Olivícola

“Sem vergonha de copiar soluções com sucesso, mas adaptando à nossa realidade estaremos seguramente num caminho de transferência crescente de mais-valias para toda a fileira. Mas não nos podemos esquecer que embora o azeite seja um produto de alta qualidade com propriedades ao nível da saúde quase ímpares, faz parte do pacote das gorduras alimentares e que no semáforo nutricional europeu aparece a vermelho misturado erradamente com todos os tipos de gordura sem qualidade comparável”.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Grande Investigação: Os novos donos do Alentejo
Próximo União Europeia avisa EUA que vai retaliar e aplicar tarifas a produtos norte-americanos

Artigos relacionados

Nacional

Parlamento Europeu publica documento sobre investigação e inovação na agricultura

O Parlamento Europeu publicou o documento preparativo para a Audiência Pública sobre ‘Inovação na Agricultura’, que se realizou 18 de fevereiro de 2020, […]

Nacional

Patrões levam umas prioridades, sindicatos outras: Acordo de rendimentos e competitividade começa hoje a ser discutido na Concertação Social

As quatro confederações patronais – CIP – Confederação Empresarial de Portugal, Confederação do Comércio e Serviços (CCP), Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e Confederação do Turismo de Portugal (CTP) – […]

Últimas

ADIADO – Odemira recebe VI Colóquio Nacional da Produção de Pequenos Frutos – 22 e 23 de Maio de 2020

Nos dias 22 e 23 de Maio de 2020, tem lugar em Odemira o VI Colóquio Nacional da Produção de Pequenos Frutos. […]