Estão abertas as candidaturas ao Prémio Especial Porco D’Ouro MAFDR

Estão abertas as candidaturas ao Prémio Especial Porco D’Ouro MAFDR

[Fonte: Voz do Campo]

Durante o mês de maio estão abertas as candidaturas ao Prémio Especial Porco D’Ouro MAFDR à Sanidade, Bem-Estar Animal e Ambiente.

O Prémio Especial Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural decorre da assinatura de um protocolo de colaboração com a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária e visa, entre outros aspetos, premiar as explorações suinícolas que manifestem um melhor desempenho ambiental na prossecução da sua atividade, melhores práticas de bem-estar animal, biossegurança e sanidade.

Todos os aderentes ao Sistema BDporc Porc Portugal se podem candidatar a este Prémio, bastando responder a um questionário sobre as suas práticas de maneio.

O questionário pode ser descarregado aqui e depois de preenchido deverá ser enviado para a FPAS por correio ou para o e-mail geral@suinicultura.com.

O período de candidaturas termina em 31 de maio.

Comente este artigo

O artigo Estão abertas as candidaturas ao Prémio Especial Porco D’Ouro MAFDR foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior ¿Se puede cobrar la PAC habiendo incurrido en condiciones artificiales?
Próximo Competição internacional para ideias ‘cleantech’ oferece 10 mil euros

Artigos relacionados

Dossiers

Festival “Sabores do Borrego” em Castro Verde

[Fonte: Gazeta Rural]

Facebook
Twitter
Google+
Pinterest
WhatsApp


O Festival “Sabores do Borrego” é um dos grandes momentos do ano. A iniciativa pretende valorizar e afirmar a agricultura e a pecuária do concelho e promover um dos produtos mais emblemáticos da região do Campo Branco – […]

Dossiers

REN aposta em Máquinas Inovadoras para Limpeza de Florestas e Prevenção de Incêndios

Máquina pioneira em Portugal faz hoje a primeira demonstração na Expoflorestal […]

Nacional

Ataques a agricultores na África do Sul aumentaram 60% nos últimos dez anos

[Fonte: Vida Rural]

Os ataques contra agricultores na África do Sul aumentaram cerca de 60% nos últimos dez anos. Os dados são do sindicato agrícola TLU SA, que indica que entre 2000 e 2009, registaram-se um total de 1407 ataques e que entre 2010 e 2019 o número de ataques a agricultores sul-africanos reportados chegou aos 2616. […]