Estação de Avisos da Terra Quente alerta para a traça da oliveira

A Estação de Avisos da Terra Quente alerta que se “está a atingir o nível económico de ataque” da traça da oliveira (Prays oleae), pelo que aconselha os olivicultores a efectuarem o tratamento com os produtos homologados.

A traça da oliveira, é um lepidóptero, em que o corpo está revestido por escamas de cor cinzenta prateada, tem três gerações anuais, em que cada uma, desenvolvem-se à custa de um órgão diferente da oliveira, neste caso na geração carpófaga porque os prejuízos são sobre os pequenos frutos vingados, a postura geralmente sobre o cálice e na inserção do pedúnculo.

Eclosão das larvas

Depois passados 3 a 6 dias dá-se e eclosão das larvas, que se dirigem para a amêndoa do caroço, o que leva a que os frutos caiam com alguma intensidade, que irá coincidir com a primeira quinzena de Julho, explica aquela Estação de Avisos na sua Circular nº4/2019 (que pode consultar aqui).

Realça ainda a Circular que a estimativa do risco é efectuada aos adultos em armadilhas sexuais e observação visual.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior UE autoriza quelato de zinco do sulfato de metionina como aditivo em alimentos para animais
Próximo Governo abre mercado da Colômbia à exportação de laranjas e outras frutas portuguesas

Artigos relacionados

Sugeridas

Descarbonização não se vai resolver através dos bovinos – Capoulas Santos

[Fonte: Porto Canal]
12-12-2018 11:28 | Política
Lisboa, 12 dez (Lusa) — O ministro da Agricultura, […]

Eventos

Seminário Dia da Amêndoa – 6 de março – Portel

Seminário Dia da Amêndoa – 6 de março – Portel […]

Nacional

Unileite penaliza excesso de produção

A Unileite vai baixar o preço do leite pago à produção em 1 cêntimo por litro, de acordo com decisão aprovada em Assembleia Geral. […]