Escola Superior Agrária de Coimbra promove 6.ª Edição do Curso de Fogo Controlado

Escola Superior Agrária de Coimbra promove 6.ª Edição do Curso de Fogo Controlado

A Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra (ESAC-IPC) leva a cabo a 6.ª edição do curso de curta duração de Fogo Controlado.

O curso, que é reconhecido pelo ICNF —  Instituto da Conservação da Natureza para a credenciação de Técnicos Especializados em Fogo Controlado, tem início no dia 13 de Janeiro de 2020 e destina-se a detentores de formação de nível 6 ou superior, de acordo com o Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), cujo programa inclua, obrigatoriamente, conteúdos programáticos de tropeção e defesa da floresta, silvicultura, ciências agrárias, ciências do ambiente ou ecologia.

70 horas de práticas de fogo controlado

Este curso contempla 49 horas de formação em sala aula (ao longo de duas semanas) e 70 horas de práticas de fogo controlado. É gratuito para actuais alunos do Mestrado em Recursos Florestais da ESAC e tem um custo de 500 euros para antigos alunos de formações de nível 5 ou superior na área das ciências florestais, de 750 euros para outros actuais ou antigos alunos da ESAC que cumpram os requisitos e de 1.000 euros para formandos externos. O custo inclui a taxa de inscrição, o certificado e o seguro.

Inscrições

Os interessados devem fazer a sua inscrição até 8 de Janeiro de 2020, sendo que o formulário de inscrição e informações detalhadas sobre o curso se encontram disponíveis aqui.

Para informações adicionais deverá contactar David Rodrigues ([email protected]; 239 802 285).

Programa aqui.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior França estabelece distância mínima de 20 metros entre campos tratados com pesticidas e residências
Próximo Agrobio prepara curso de Conduzir e Operar com o Tractor em Segurança

Artigos relacionados

LIVE

Live: O combate às alterações climáticas no setor olivícola: para além de tecnologias inovadoras

A agricultura contribui fortemente para as alterações climáticas e, ao mesmo tempo, é um dos setores económicos mais afetados. Sendo as regiões com clima mediterrânico “pontos quentes” […]

Últimas

Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas 2019


O IPDJ, pelo segundo ano consecutivo, promove práticas de voluntariado juvenil no âmbito da preservação da natureza, florestas e respetivos ecossistemas. […]

Dossiers

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 27 Maio a 2 Junho 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
As cotações médias nacionais do porco classe E e do porco classe S voltaram a subir em relação à […]