Edição do genoma | Cereais que fixam o nitrogénio são quase uma realidade

Edição do genoma | Cereais que fixam o nitrogénio são quase uma realidade

Cientistas do MIT (EUA) estão a testar novas técnicas de engenharia vegetal em plantas de tabaco. O objetivo é criar plantas com capacidade de fixação de nitrogénio através da edição genética. Créditos da imagem: Lisa Miller / J-WAFS

Um grupo de investigação do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, está muito perto de desenvolver variedades de cereais capazes de fixar o seu próprio nitrogénio. Num futuro próximo, já não serão necessários fertilizantes na produção de milho, arroz e trigo.

Com o esperado incremento da procura por alimentos – devido ao crescimento da população e às alterações climáticas -, o aumento da produção agrícola tem sido um alvo crucial da investigação no mundo inteiro.

Um dos laboratórios que se mobilizam para enfrentar esse desafio é o Voigt, do Departamento de Engenharia Biológica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, onde, nos últimos quatro anos, um grupo de investigadores liderado por Christopher Voigt está a transformar o modo de produção de cereais para que possam fixar o seu próprio nitrogénio, um nutriente essencial que permite que as plantas cresçam.

Além de inovadores, os resultados desta investigação são muito promissores. Se tudo correr como os cientistas almejam, num futuro próximo a produção de cereais deixará de ser dependente de fertilizantes.

Plantas como as leguminosas são capazes de se sustentar através de uma relação simbiótica com bactérias capazes de fixar o nitrogénio do ar e colocá-lo no solo, que é por sua vez recuperado pelas plantas através das raízes. Mas outros tipos de culturas, como o milho, trigo e arroz, carecem da ajuda adicional de fertilizantes, sem os quais seriam mais pequenas e teriam menos grãos.

Mais detalhes desta investigação no artigo científico publicado no MIT News.

Siga o CiB no Twitter, no Instagram, no Facebook e no LinkedIn. No CiB, comunicamos biotecnologia.

O artigo foi publicado originalmente em CiB - Centro de Informação de Biotecnologia.

Comente este artigo
Anterior Valor da produção do setor agrícola aumentou
Próximo Previsão de longo prazo - 20 jan. a 16 fev. 2020

Artigos relacionados

Dossiers

Acondicionamento e transporte de animais marinhos vivos

Rotacao de Noticias

Acondicionamento e transporte de animais marinhos vivos
2019-03-19 (IPMA)
O projeto AQUATRANSFER tem como um dos principais objetivos a transferência do conhecimento científico e tecnológico ao sector. […]

Cotações PT

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 6 a 12 Janeiro 2020

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Milho Grão
Na presente campanha (2019-2020), em Portugal continental, registou-se uma estabilização da área semeada com milho, […]

Últimas

UE exige que EUA levantem imediatamente “tarifas injustificadas” a produtos europeus

A Comissão Europeia ameaçou hoje que a União Europeia (UE) fará “uso pleno dos seus próprios direitos de sanção” se os Estados Unidos não “levantarem imediatamente” […]