EDIA mantém empreitadas, manutenções e assistência aos agricultores no fornecimento de água: Atendimento presencial com marcação prévia – COVID-19

EDIA mantém empreitadas, manutenções e assistência aos agricultores no fornecimento de água: Atendimento presencial com marcação prévia – COVID-19

No âmbito da evolução da situação de emergência em Portugal provocada pela pandemia Sars_Cov2, e de acordo com o Plano de Contingência da EDIA, das recomendações da Direção-Geral da Saúde e do Decreto Lei nº 3-A/2021, de 14 de janeiro, a EDIA decidiu encerrar todos os espaços de acesso público, nomeadamente o Centro de Interpretação de Alqueva e o Museu da Luz.

Decidiu igualmente restringir o atendimento presencial na sua sede e nos edifícios de apoio à exploração, exigindo a sua marcação prévia e aconselhando os seus clientes a utilizarem o email e o telefone como canais de comunicação preferencial. As equipas operacionais dos perímetros de rega, assim como as de apoio ao cliente, estão disponíveis através dos contactos que se encontram disponíveis nos editais (https://www.edia.pt/pt/o-que-fazemos/apoio-ao-agricultor/editais-aproveitamentos-hidroagricolas/).

Todas as restantes atividades mantêm-se, nomeadamente as empreitadas em curso, os programas de manutenção e a assistência aos clientes.

A EDIA tem a seu cargo o fornecimento de água para rega bem como para reforço do abastecimento público e industrial. Estas medidas visam garantir o regular funcionamento deste serviço essencial para o funcionamento da nossa sociedade. Alqueva não vai parar!

Comente este artigo
Anterior Novo confinamento obrigatório e implicações para a caça: Esclarecimento do ICNF
Próximo PDR2020: Instrumentos Financeiros com novas regras

Artigos relacionados

Últimas

ObservaRia’19, um convite à descoberta e protecção da vida selvagem


ObservaRia’19, um convite à descoberta e proteção da vida selvagem
Aproxima-se um fim de semana repleto de atividades junto à […]

Últimas

Intervenção no Castelo de Monforte em Chaves arranca no segundo semestre de 2019

A Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) disse esta sexta-feira que a intervenção no Castelo de Monforte, em Chaves, vai arrancar no segundo semestre deste ano e conta com um orçamento de cerca de 200 mil euros. […]

Nacional

Jovens produzem pasto hidropónico para driblar secas em Cabo Verde

As secas têm fustigado Cabo Verde e a produção de pasto não é constante durante todo o ano, uma lacuna que começa a ser preenchida por dois jovens, com a produção hidropónica para oferecer aos […]