DRAP Algarve junta-se ao “O Prato Certo” para potenciar rede de produtores locais

DRAP Algarve junta-se ao “O Prato Certo” para potenciar rede de produtores locais

A Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP Algarve) juntou-se à iniciativa “O Prato Certo” da responsabilidade da Associação In Loco, outras ADLs (Vicentina e Terras do Baixo Guadiana) e responderam igualmente ao desafio, com o intuito de alargar e potenciar ao máximo a rede de produtores locais do Algarve.

Isto “numa altura em que a prevenção e as medidas de contingência adoptadas para fazer face à pandemia do Covid-19, alterando hábitos e comportamentos dos consumidores, estão a afectar significativamente a capacidade de escoamento dos pequenos produtores, do agroalimentar e da pesca, por via das severas limitações ao funcionamento dos mercados físicos de proximidade, assim como dos estabelecimentos do canal da hotelaria, restauração e cafés, o intuito é encurtar a distância entre a oferta e a procura, apostar nos circuitos curtos de comercialização, pondo em contacto directo quem produz (dos hortofrutícolas frescos e dos produtos da pesca e aquicultura, passando pelos transformados, entre outros) e quem consome”, diz a DRAP Algarve, em comunicado.

Garantir a sobrevivência deste tecido empresarial

E acrescenta que lhe persegue um duplo objectivo: “garantir a sobrevivência deste tecido empresarial de cariz mais familiar, com menor dimensão e capacidade de resiliência face à adversidade, mas simultaneamente tão importante para a ocupação e estruturação da base económica dos territórios, e simultaneamente disponibilizar aos consumidores um modo mais seguro e sócio-ambientalmente mais responsável para fazer as suas compras”.

A DRAP Algarve lançou também o repto aos municípios e às juntas de freguesia do Algarve para se juntarem nesta “meritória iniciativa, não só identificando e incentivando produtores locais dos seus territórios que possam aderir, mas também divulgando e sinalizando a relevância de ser usada esta plataforma em rede para a realização de compras: Vender e Consumir Local, Ajudar a nossa Agricultura e Pescas. Por si, por todos Nós, pela nossa Saúde, pela nossa Região e pelo nosso País”.

Rede de produtores locais do Algarve: aceda aqui ao link para consulta dos produtores mais próximos de si.

Rede de fornecimento de cabazes de géneros alimentícios: consulte a informação aqui.

Inscrição de produtores locais: aceda aqui ao link para preenchimento do formulário de inscrição.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Now Report - Pastores (Miguel Rodrigues)
Próximo Uma Povoação isolada para “apertar o cerco” à covid-19

Artigos relacionados

Últimas

Monção está a reflorestar áreas ardidas

Ao longo desta semana, o concelho de Monção está a ser reflorestado com a plantação de 3000 árvores autóctones em locais fustigados pelos incêndios de outubro de 2017. […]

Últimas

Produção forrageira inferior a um ano normal, diz INE

A produção forrageira foi inferior a um ano normal, dizem os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE), nas suas previsões agrícolas, […]

Últimas

Sector agroalimentar melhora autonomia financeira e gera negócios de 18 mil M€ em 2018

O sector agroalimentar nacional gerou um volume de negócios de 18 mil milhões de euros em 2018. Sem grandes riscos de incumprimento, […]