Dois projetos portugueses premiados pela Comissão Europeia

Dois projetos portugueses premiados pela Comissão Europeia

Fonte: [Expresso]

Carlos Moedas, Comissário Europeu da Investigação, Ciência e Inovação, e Graça Fonseca, secretária de Estado adjunta e da Modernização Administrativa, destacaram no dia 9 de Maio, duas startups portuguesas.

No dia da Europa, a Representação da Comissão Europeia em Portugal premiou, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, os projetos vencedores do concurso “ElevatorPitch – IdeiasQueMarcam”, que contou com 133 candidaturas, de que resultaram 16 projetos finalistas.

A entregar os certificados dos prémios (5 mil euros) estiveram Carlos Moedas, Comissário Europeu da Investigação, Ciência e Inovação, e Graça Fonseca, secretária de Estado adjunta e da Modernização Administrativa.

“Acredito que os prémios são um dos melhores incentivos para os empreendedores”, afirmou Carlos Moedas. Por experiência própria, o comissário europeu destacou a motivação associada a estes prémios: “Sei o que é ser empreendedor. É estar sozinho, é difícil. Ser empreendedor é enfrentar tudo contra tudo e contra todos. Mas se conseguirmos, alcançamos algo que outros não conseguem”.

Carlos Moedas sublinha ainda que nesta geração já não há um ceticismo tão forte em relação ao empreendedorismo e recorda o seu arranque como empreendedor: “O meu primeiro choque foi a minha família. A minha mãe me perguntou ‘o que é que eu ia fazer’. Esta geração já não sente tanto isso”.

Segundo o comissário europeu, a motivação principal do empreendedor não é o dinheiro, mas sim ter um “selo europeu”. “As redes de conhecimento são o mais importante e levam-nos para outro patamar. O mundo hoje é de criação de redes contínuas. Aquilo que estão (os empreendedores) a começar aqui hoje é um caminho numa união europeia que quer mais inovação, mais empreendedorismo”, acrescenta, rematando: “Aquilo de que mais me arrependi foi dos riscos que não tomei”.

Para Graça Fonseca, secretária de Estado adjunta e da Modernização Administrativa, para promover o empreendedorismo é preciso falar, ouvir e ver. “É preciso criar algo para um problema, uma necessidade que esteja identificada, que faça falta. Sair da nossa bolha”, referiu esta terça-feira.

Dando como exemplos projetos públicos como o Simplex ou o orçamento participativo do Estado – “em que perguntámos às pessoas o que fariam com 3 milhões de euros” -, a secretária de Estado diz que o mais importante é pensar em algo novo. “Mas para isso é preciso ir, ouvir, falar e identificar problemas”.

Graça Fonseca reconhece que o ecossistema empreendedor tem estado muito afastado do Estado. “Mas é preciso mudar. O sector público é o melhor para testar produtos e serviços. É grande e não é grande coisa a esse nível. Se uma ideia, um projeto sobrevive no sector público, sobrevive em qualquer grande empresa”, destaca.

“Isto é importante porque é assim que se faz magia, mas também porque aproximar os jovens empreendedores do Estado contribui para haja confiança. Essa confiança tem de existir”, acredita a governante.

Entre os 16 projetos finalistas que concorreram, foram vencedores o Easy Blood Crossmatch, na categoria de projetos nascentes, e o Trigger Systems, na categoria de projetos consolidados.

O primeiro baseia-se numa tecnologia que permite um teste rápido e seguro de compatibilidade do sangue, fundamental para acelerar os procedimentos médicos em situações de emergência hospitalar.

O segundo desenvolveu uma plataforma web que permite o controlo remoto, automático e inteligente de sistemas de rega, que leva a poupanças e contribui para a otimização de processos.

 

Comente este artigo
Anterior BOE: subvenciones a entidades
Próximo Feira da Agricultura de Trás-os-Montes abre a 19 de Maio com aposta na promoção de negócios

Artigos relacionados

Nacional

Estatuto da pequena agricultura familiar está em consulta pública

[Fonte: Voz do Campo]
O Estatuto da pequena agricultura familiar, que representa cerca de 93% dos agricultores com 283 explorações agrícolas e 49% da superfície agrícola útil, está em consulta pública até ao final de janeiro.
O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, […]

Nacional

Trigger Systems deixou as adversárias KO e vai a Singapura representar Portugal

[Fonte: Observador]
Startup que atua na área da sustentabilidade venceu o Get In The Ring Cascais e ganhou um bilhete para representar Portugal na final mundial, que se realiza em maio, em Singapura.
Há muitas batalhas no mundo empresarial mas nem todas são tão óbvias como esta: “Ladies and gentlemen, […]

Últimas

Estação suinícola do Lis falha prazos para fundos comunitários

[Fonte: ECO]
O Governo anulou o contrato de financiamento do projeto de construção da Estação de Tratamento de Efluentes Suinícolas (ETES), depois de não ter sido adjudicado dentro do prazo, garantindo assim os fundos comunitários para outro projeto.

“Perante o risco de perda de apoios comunitários pelo Estado português, […]