DGAV actualiza zona demarcada da Trioza erytreae

DGAV actualiza zona demarcada da Trioza erytreae

A 15 de Abril, a Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) procedeu à actualização da zona demarcada relativa à praga de quarentena Trioza erytreae. Esta actualização inclui novas freguesias – que integram total ou parcialmente a zona demarcada referente à Trioza erytreae –, nos concelhos de Oliveira de Azeméis (Ossela), Ponte de Lima (Arca; Ponte de Lima), São João da Madeira (São João da Madeira), Alcobaça (Cela), Lourinhã (Miragaia e Marteleira; Santa Bárbara; Vimeiro).

O insecto Trioza erytreae, também designada como psila africana dos citrinos, é vector da bactéria Candidatus Liberibacter africanus, que causa a doença Huanglongbing (conhecida igualmente como Citrus greening). A Trioza erytreae também pode causar estragos directos graves em citrinos e em outros hospedeiros.

O mapa actualizado pode ser consultado aqui. As listas das freguesias podem ser consultadas aqui (totalmente dentro da zona demarcada) e aqui (parcialmente dentro da zona demarcada).

Notícias relacionadas




O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior ISA: Dia Aberto 2019 - 8 de maio - Lisboa
Próximo Barragem do Fridão não avança

Artigos relacionados

Últimas

Acha que enoturismo é apenas prova de vinho?

O Soalheiro propõe-lhe uma experiência cultural que pode ser vivenciada em família e entre amigos… dos 8 aos 80 anos.
De férias ou sem ideias para relaxar no fim de semana? […]

Últimas

GNR pára corte ilegal de árvores em espaço florestal em pleno risco máximo de incêndio

Há proprietários florestais que insistem em não cumprir as regras durante os períodos de risco máximo de incêndio. Em pleno Estado de Alerta Especial, […]

Internacional

El MAPA solicita a la CE la ampliación del período de solicitud de las ayudas PAC hasta el 15 de junio


El Ministerio de Agricultura, Pesca y Alimentación ya ha solicitado a la Comisión Europea la ampliación del periodo de solicitud de las ayudas de la Política Agraria Común (PAC) hasta el 15 de junio para que ningún agricultor y ganadero tenga dificultad para presentar su solicitud única de la PAC del año 2020. […]