DGAV actualiza zona demarcada da Trioza erytreae

DGAV actualiza zona demarcada da Trioza erytreae

A 15 de Abril, a Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) procedeu à actualização da zona demarcada relativa à praga de quarentena Trioza erytreae. Esta actualização inclui novas freguesias – que integram total ou parcialmente a zona demarcada referente à Trioza erytreae –, nos concelhos de Oliveira de Azeméis (Ossela), Ponte de Lima (Arca; Ponte de Lima), São João da Madeira (São João da Madeira), Alcobaça (Cela), Lourinhã (Miragaia e Marteleira; Santa Bárbara; Vimeiro).

O insecto Trioza erytreae, também designada como psila africana dos citrinos, é vector da bactéria Candidatus Liberibacter africanus, que causa a doença Huanglongbing (conhecida igualmente como Citrus greening). A Trioza erytreae também pode causar estragos directos graves em citrinos e em outros hospedeiros.

O mapa actualizado pode ser consultado aqui. As listas das freguesias podem ser consultadas aqui (totalmente dentro da zona demarcada) e aqui (parcialmente dentro da zona demarcada).

Notícias relacionadas




O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior ISA: Dia Aberto 2019 - 8 de maio - Lisboa
Próximo Barragem do Fridão não avança

Artigos relacionados

Nacional

IV Gala Porco D’Ouro Portugal é em Porto de Mós

rbt

A Vila de Porto de Mós é o local escolhido
para acolher a quarta edição da Gala Porco d’Ouro, […]

Últimas

Vítimas de incêndios de Outubro põem Estado em tribunal

O movimento de apoio às vítimas deu entrada de uma acção popular contra o Estado com uma acusação de “negligência”. Querem uma reparação por danos a “milhares de pessoas” e empresas. […]

Últimas

Cientistas europeus pedem lei que distinga edição de genoma de outras modificações

Centenas de investigadores científicos europeus pediram hoje às instituições europeias que revertam uma decisão do Tribunal de Justiça Europeu que limita a edição de precisão do genoma de plantas, […]