Dezassete cabras mortas por “mamífero de grande porte” ainda por identificar em exploração agrícola de Viana do Castelo

Dezassete cabras mortas por “mamífero de grande porte” ainda por identificar em exploração agrícola de Viana do Castelo

Segundo a fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, “as conclusões preliminares da avaliação feita hoje por técnicos do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) apontam para um ataque perpetrado por um mamífero de grande porte, não tendo sido possível determinar o animal” em causa.

“Os técnicos do ICNF analisaram cabra a cabra e detetaram várias dentadas que permitem perceber que se trata de um animal de grande porte, mas só análises mais profundas permitirão perceber se foi um ataque de lobos ou de uma matilha de cães”, especificou a fonte.

A mesma fonte adiantou à Lusa que o ataque ocorreu “na noite de sexta-feira para sábado”, em Geraz do Lima (Santa Maria).

No sábado, os militares do posto de Lanheses deslocaram-se ao local e tomaram conta da ocorrência.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Anterior Projeto “Turma Imbatível” do Lidl foca a “viagem” da Pera Rocha do Oeste
Próximo Ministro do Ambiente apoia central de dessalinização no Algarve

Artigos relacionados

Ofertas

Oferta de Emprego – Mercadona – Porto

Mercadona cadeia de supermercados espanhola está a contratar.

Últimas

Foi suspenso processo eleitoral na Casa do Douro

O Ministério da Agricultura determinou hoje a suspensão do processo eleitoral na Casa do Douro enquanto vigorar o estado de emergência […]

Últimas

Capoulas Santos promove empresa do Alqueva junto de países árabes

[Fonte: Jornal de negócios]
O ministro da Agricultura quer que a empresa pública que gere o Alqueva expanda a atividade para fora de Portugal e teve este sábado reuniões em Berlim com governantes árabes e da América Latina onde promoveu os serviços da EDIA
“Nós temos uma empresa pública com grande experiência e acesso a técnicas de regadio e que pode usar o seu ‘know-how’ em outros países. […]