Cultivares de Oliveira: Cordovil de Castelo Branco

Cultivares de Oliveira: Cordovil de Castelo Branco

Cordeiro, A.M.; Calado, M.L.; Morais, N.; Miranda, A. & Carvalho, M.T.

INRB / L-INIA / URGEMP

Aspectos Gerais

Sinonímias reconhecidas: Cordovil.

Disseminação: Beira Baixa.

Divulgação actual da variedade: Azeite e conserva em verde.

Descrição Agronómica e Económica

– Cultivar produtiva e regular. Entrada em produção média. Azeitona de peso médio (4-6 g); endocarpo de peso elevado (> 0,45 g). Relação polpa/caroço média.

– Média resistência do fruto ao desprendimento e queda natural média.

– Alta capacidade de propagação por estaca semi‑lenhosa.

– Início plena floração (na região de Elvas e ano médio): 8 de Maio; duração média da floração: 16 dias.

– Maturação média (2ª quinzena de Novembro – Elvas).

– Tolerante ao frio, à seca e à salinidade do solo.

– Média a alta incidência de olho de pavão, de gafa, de tuberculose e de mosca.

– Alto rendimento em azeite (> 22%) e de boa qualidade.

– Cultivar incluída na DOP “Azeites da Beira Baixa”.

Identificação Morfológica

ÁRVORE: Vigor elevado, arborescência média, porte aberto e entre‑nós de tamanho médio.

FOLHA: Forma elíptico-lanceolada, largas e compridas e curvatura longitudinal do limbo epinástica.

INFLORESCÊNCIA: Comprimento médio e nº de flores/inflorescência baixo (< 18 flores).

FRUTO: Forma esférica e ligeiramente assimétrica; diâmetro transversal máximo ao centro; ápice arredondado e base truncada; mamilo ausente; lentículas abundantes e grandes; início de viragem na base e arroxeado em plena maturação.

ENDOCARPO: Forma elíptica, simétrico na posição A e B; diâmetro transversal máximo ao centro; ápice e base agudos; superfície rugosa; sulcos de distribuição uniforme (7-10); ápice com mucrão pequeno.

Caracterização Molecular

Pedro Fevereiro, ITQB / FC-UL

Cultivares de Oliveira: Cordovil de Castelo Branco

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Un aumento de la oferta provoca caídas en los precios del aceite
Próximo Se acerca la hora de pedir las ayudas de la PAC: los cambios para los ganaderos (I)

Artigos relacionados

UE - Organizações

Release of the Farm to Fork & Biodiversity Strategies

The European Commission has published today its Biodiversity Strategy for 2030 and its ‘Farm to Fork’ Strategy. In line with the Green Deal, […]

Sugeridas

Os três pecados originais da Lactogal – Carlos Neves

A Lactogal é uma empresa de lacticínios que pertence a duas uniões de cooperativas e uma cooperativa. Herdou das suas 3 fundadoras e atuais acionistas a parte industrial e comercial, ficando as cooperativas com a recolha e apoio técnico à produção. […]

Notícias inovação

Comunicado | Academias de Ciência da Europa acusam: “Leis da UE sobre OGM já não são adequadas”

Num comentário lançado pelo EASAC-Conselho Consultivo das Academias de Ciência da Europa, os Investigadores Principais europeus alertam que a […]