Crédito Agrícola apoia exportação com presença no SISAB

Crédito Agrícola apoia exportação com presença no SISAB

O Crédito Agrícola marca presença no SISAB – Salão Internacional do Sector Alimentar e Bebidas, que decorre entre 06 e 08 de Março, no Meo Arena, em Lisboa.

Nesta 22.ª edição do certame a organização estima a presença de mais de 80% das empresas exportadoras nacionais do sector agro-alimentar, representando 12% do total das exportações portuguesas. São esperados 1.600 compradores internacionais, oriundos de mais de 100 países.

Além do patrocínio ao certame, o CA estará presente com um stand, onde apresentará a oferta disponível para as empresas que pretendem internacionalizar-se ou que já expandiram o seu negócio.

Ao longo do evento, que é a maior mostra mundial de marcas e produtos portugueses, estão previstas as presenças do Presidente da República, do Primeiro-Ministro e do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e da Ministra do Mar.

A associação ao SISAB, pelo quinto ano consecutivo, reforça o apoio do Crédito Agrícola à internacionalização das empresas portuguesas, consolidando a aposta na exportação como factor estratégico para a revitalização da economia nacional.

Comente este artigo
Anterior Estão abertas a candidaturas ao Pedido Único
Próximo ‘Brexit’, PAC, Portugal ou… um novo Alqueva – Editorial Teresa Silveira+Suplemento Agrovida

Artigos relacionados

Cotações ES

Vuelven las subidas en las cotizaciones de las almendras

Mercamurcia registró esta semana subidas en todas las almendras y de importante cuantía como en el caso de la Ecológica que aumenta 18 céntimos en su última mesa de precios celebrada el jueves 14 de marzo, […]

Nacional

ALTRI reforça exportações no primeiro trimestre de 2019


A Altri registou, no primeiro trimestre deste ano, um resultado líquido de 36,7 milhões de euros, calor que compara com 32,6 milhões de euros registados nos primeiros três meses do ano passado. […]

Nacional

Seca: Produção de algumas espécies de plantas pode estar em causa

“A seca afeta fundamentalmente as culturas em regime de sequeiro. No entanto, as culturas de regadio não saem incólumes deste acidente climático”, […]