COVID-19: #IstoNãoTemDeParar #IstoPassará

Como a Cadeia Agroalimentar está a ajudar a economia a dar a volta à covid-19

“Trabalhamos para que não falte nada em sua casa” é a mensagem comum a toda a cadeia agroalimentar que se uniu sob o mote “Isto Não Tem de Parar” para incentivar a continuidade da produção das empresas motivando-as a gerar o máximo de atividade para que o setor não pare e a economia continue.

O Setor Primário, a Indústria, os Operadores Logísticos e os Distribuidores, de todo o país, têm unido esforços no combate à pandemia Covid-19 num momento em que todos são chamados a contribuir para garantir que os bens essenciais continuam a chegar à casa dos portugueses. A cadeia agroalimentar mostra, neste vídeo, como tem conseguido garantir o abastecimento de bens de primeira necessidade aos supermercados.

“Continuamos a trabalhar todos os dias juntamente com a Mofarpeixe para que os nossos clientes consigam ter peixe fresco e de qualidade”, esta é a mensagem vinda da Lota de Aveiro, um exemplo que prova que o setor primário tem mantido a sua atividade. Nestas circunstâncias, como o caso desta epidemia, toda a cadeia agroalimentar está a dar provas do seu valor e capacidade e de que é uma cadeia bastante eficiente, que perante esta adversidade não baixou os braços e continuou as suas rotinas de produção.

Diversos fornecedores, entre os 300 fornecedores portugueses que atualmente trabalham com a Mercadona, juntam-se para transmitir uma mensagem positiva porque Isto Não Tem de Parar. É esta a força que une a cadeia agroalimentar, desde os produtores às cadeias de distribuição, para que todos os dias consigam garantir que os produtos cheguem às lojas e os clientes possam fazer a sua compra habitual.

Neste vídeo podemos encontrar mensagens de representantes dos fornecedores: Criz Aves, Kiwi Greensun, Sweet Fruits, HortoMelão, Mofarpeixe (Lota de Aveiro); Campicarn, Limiana, Regidoce, Pasto Alentejano, Aki D´El Mar, Doces do Marquês, Diatosta e Pastelaria Rolo.

#IstoNãoTemDeParar #IstoPassará

Comente este artigo
Anterior Situação de Emergência provocada pelo coronavírus COVID-19
Próximo ACOS e seus associados disponíveis para cedência de equipamentos de desinfeção da via pública

Artigos relacionados

Nacional

Carne e peixe têm primazia no prato, mas a maioria já come uma refeição vegetal por semana

O II Grande Inquérito da Sustentabilidade em Portugal, da Missão Continente (Grupo Sonae) e do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, […]

Últimas

Beja acolhe pela primeira vez evento preparatório da World Olive Oil Exhibition

Portugal recebeu, pela primeira vez, o evento preparatório da maior feira mundial dedicada ao azeite. Neste encontro, que decorreu […]

Últimas

BREXIT – A LAST CHANCE FOR AN EXIT DEAL?

We are now barely 3 weeks before the (latest) deadline for Brexit, which should concentrate minds, in particular of those with political responsibilities, […]