Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 18 a 24 Maio 2020

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 18 a 24 Maio 2020

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Ovinos

Na semana em análise apenas se registou um pequeno acréscimo da cotação média nacional dos borregos de >28 kg em relação à semana anterior, +2 cêntimos / kg; estabilidade dos borregos de <12 kg e de 22-28 kg.

Beira Interior

Na Beira Interior a oferta de borrego foi relativamente fraca na área de mercado da Cova da Beira, média na Guarda e relativamente abundante em Castelo Branco; a procura foi fraca em Castelo Branco e na Guarda e média na Cova da Beira. A procura registou uma ligeira melhoria com a reabertura da restauração. Apesar disso, as cotações dos borregos mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior nas três áreas analisadas, o mesmo acontecendo para as ovelhas, reprodutoras e de refugo.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de borrego foi fraca e a procura muito fraca nas duas áreas de mercado, Coimbra e Viseu. A oferta de ovelhas aumentou nas últimas semanas nas duas áreas, com o final do período de retenção para prémio, sendo a sua oferta superior à procura. Estabilidade de cotações dos borregos e redução das ovelhas de refugo em Coimbra, -10 EUR / Unidade.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de ovinos foi relativamente abundante e a procura relativamente fraca. A oferta está a aumentar e a procura a diminuir, acentuando-se o desequilíbrio da relação oferta-procura. Após uma descida significativa ao nível das cotações mín. e/ou máx. dos borregos de todas as categorias ocorrida na passada semana, a tendência foi de estabilidade.

Alentejo

No Alentejo a oferta de borrego foi média e a procura fraca em todas as áreas de mercado analisadas, Évora, Elvas, Estremoz, Beja, Alentejo Litoral e Alentejo Norte. Esta semana no Alentejo Litoral ocorreu um acréscimo de cotações dos borregos de 22-28 kg e de >28 kg, +10 cêntimos / kg.

Trás-os-Montes

Em Trás-os-Montes a oferta de borrego foi relativamente abundante e a procura muito fraca, ou quase inexistente. Estabilidade de cotações dos borregos de <12 kg e de 13-21 kg nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

Caprinos

Na semana em análise as cotações médias dos cabritos de <10 kg mantiveram-se novamente estáveis em relação à semana anterior nas três regiões analisadas, Beira Interior, Beira Litoral e Trás-os-Montes.

Na Beira Interior a oferta de cabrito foi média nas três áreas de mercado analisadas, Cova da Beira, Guarda e Sertã. A procura foi fraca na Guarda e na Sertã e média na Cova da Beira, tendo ocorrido uma ligeira melhoria com a reabertura da restauração. Apenas na Cova da Beira a oferta e a procura se situam a um nível semelhante ao do um ano normal, encontrando-se a relação oferta-procura equilibrada. Completa estabilidade de cotações dos cabritos de <10 kg.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de cabrito foi muito fraca na área de mercado de Coimbra e fraca em Viseu; a procura foi muito fraca nas duas áreas analisadas. A oferta de cabras de refugo e reprodutoras aumentou nas últimas semanas, particularmente em Viseu, uma vez que terminou o período de retenção para prémio. Redução da cotação máx. dos cabritos de <10 kg em Coimbra, -50 cêntimos / kg.

Trás-os-Montes

Em Trás-os-Montes a oferta de cabrito foi relativamente abundante e a procura foi muito fraca, ou quase inexistente. Estabilidade de cotações dos cabritos de <10 kg nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de cabrito foi fraca e a procura muito fraca, o que é habitual na região nesta época do ano. Estabilidade de cotações dos cabritos, de <10 kg e de >10 kg.

No Alentejo a oferta de cabrito foi fraca e a procura muito fraca nas duas áreas de mercado analisadas, Alentejo Norte e Estremoz. Estabilidade de cotações dos cabritos de <10 kg nas duas áreas.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Comente este artigo
Anterior Alandroal: Empresa produtora de alimentos biológicos lança cabazes solidários para ajudar quem precisa
Próximo Proprietários têm até ao final da semana para limpar terrenos

Artigos relacionados

Últimas

APROLEP – 10 anos a defender o leite português

A APROLEP, Associação dos Produtores de Leite de Portugal organiza um almoço-debate em Vila Seca, Barcelos, no dia em que assinala 10 anos de […]

Últimas

Científico chileno desarrolla maíz transgénico que resiste 52 días sin agua

[Fonte: ChileBIO] El maíz fue modificado con genes de un tomate del desierto de atacama y mantiene un 80% del rendimiento bajo condiciones de extrema sequía. […]

Nacional

Incêndios: Dispositivo de combate conta cerca de 12 mil operacionais e 60 meios aéreos

O dispositivo de combate aos incêndios dispõe este ano de 11.827 operacionais, mais cerca de 500 efetivos face a 2019, apoiados por 2.664 […]