Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 15 a 21 Julho 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Ovinos

Deu-se um aumento da cotação média nacional dos borregos de <12 Kg em relação à semana anterior, +20 cêntimos/Kg; estabilidade das cotações dos borregos de 22-28 Kg e de >28 Kg.

Na Beira Interior a oferta de borrego foi média nas áreas de mercado de Castelo Branco e da Cova da Beira e relativamente abundante na Guarda; a procura foi média na Guarda e na Cova da Beira e relativamente animada em Castelo Branco. A procura aumentou em Castelo Branco, o mesmo acontecendo às cotações dos borregos de <12 Kg, +60 cêntimos / Kg.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de borrego foi muito fraca nas duas áreas de mercado, Coimbra e Viseu; a procura foi muito fraca em Coimbra e relativamente fraca em Viseu. Acréscimo da cotação +freq. dos borregos de <12 Kg em Viseu, +15 cêntimos / Kg.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de borrego foi relativamente abundante e a procura foi relativamente fraca. Estabilidade generalizada de cotações.

Alentejo

No Alentejo a oferta de borrego foi relativamente fraca nas áreas de mercado de Estremoz e Beja e média no Alentejo Norte, Alentejo Litoral, Évora e Elvas; a procura foi média nas 6 áreas de mercado referidas. Descida de cotações dos borregos de 13-21 Kg (-20 cêntimos / Kg) e de 22-28 Kg (-40 cêntimos / Kg) em Elvas.

Trás-os-Montes

Em Trás-os-Montes a oferta de borrego foi média e a procura relativamente fraca. As cotações dos borregos de <12 Kg pautaram-se pela estabilidade nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

Caprinos

Na semana em análise as cotações médias dos cabritos de <10 Kg mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior nas três regiões analisadas, Beira Interior, Beira Litoral e Trás-os-Montes.

Na Beira Interior a oferta de cabrito foi fraca nas áreas de mercado da Cova da Beira e Sertã e média na Guarda; a procura foi relativamente fraca na Sertã, média na Guarda e relativamente animada na Cova da Beira.

As cotações dos cabritos de <10 Kg continuaram a manter-se estáveis. Na Beira Litoral a oferta e a procura de cabrito foram muito fracas na área de mercado de Coimbra; em Viseu a oferta foi muito fraca e a procura fraca. Subida da cotação mín. dos cabritos de <10 Kg em Viseu, +50 cêntimos / Kg.

Trás-os-Montes

Em Trás-os-Montes a oferta e a procura de cabrito foram relativamente fracas. As cotações dos cabritos de <10 Kg mantiveram-se estáveis nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

Ribatejo e Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de cabrito foram fracas. As cotações dos cabritos de <10 Kg não registaram quaisquer alterações.

Alentejo

No Alentejo a oferta de cabrito foi fraca na área de mercado de Estremoz e média no Alentejo Norte; a procura foi fraca nas duas áreas referidas. Estabilidade de cotações dos cabritos, de <10 Kg e de >10 Kg, e dos animais adultos nas duas áreas.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações .

Anterior Inferno, desespero e terror: Os incêndios de Castelo Branco vistos pela imprensa internacional
Próximo Aprovado projeto de valorização e conservação dos recursos florestais na Macaronésia

Artigos relacionados

Internacional

Cultivar de milho branco é alternativa para panificação sem glúten

[Fonte: Embrapa] Uma nova cultivar de milho branco apresenta características que a tornam alternativa ao trigo para produção de farinha. […]

Dossiers

Produtores alentejanos entregaram mais de 500 candidaturas a programa para “a falta de água nas explorações”, avança Dir. Reg. da Agricultura (c/som)

[Fonte: Rádio Campanário] José Godinho Calado, diretor Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo, esteve aos microfones da Campanário a falar sobre as atuais preocupações da entidade no que concerne à garantia de água para as culturas e abeberamento de animais, […]

Internacional

Galicia estará entre las primeras CCAA que pagará los anticipos de la PAC

Ribeira Sacra (Galicia)
Galicia estará entre las primeras comunidades autónomas que pagarán anticipos de las ayudas de la Política Agraria Común (PAC) correspondientes a la campaña 2019-2020. […]