Cotações – Flores e Folhagens – 3 a 9 de maio 2021

Cotações – Flores e Folhagens – 3 a 9 de maio 2021

Alstroeméria – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, as cotações mantiveram-se estáveis. A oferta foi suficiente para a procura média. Boa qualidade. Escoamento sem dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi ligeiramente baixa e a procura fraca. Subida da cotação máxima.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e equilibrou a procura. Cotações estáveis.

Arália – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e a procura média/baixa. Cotações estáveis.

Cravo/Cravina – Na Região Norte, na área de mercado de produção Entre Douro e Minho, as cotações desvalorizaram devido ao aumento da oferta. Procura média. O escoamento efetuou-se sem dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi fraca porque ultimamente não foram feitas plantações novas e as plantações existentes estiveram e estão a ser semi-cuidadas (menor qualidade) e outras abandonadas. Procura fraca. Cotações estáveis. Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península Setúbal, a oferta foi média e a procura baixa. Descida das cotações do cravo “Tipo Spray”.

Crisântemo – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta do crisântemo “Tipo Spray” foi baixa e a procura média/baixa. Subida das cotações devido à redução da oferta

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta diminuiu , a procura esteve superior e as cotações subida das cotações devido à redução da oferta.

Espargo – Na Região Norte, na área de mercado de produção Entre Douro e Minho, a oferta foi suficiente para a procura média. Cotações estáveis.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta e a procura apresentaram-se médias. Cotações estáveis.

Estrelícia – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi escassa e a procura fraca. Cotações estáveis. Aproxima-se o fim da campanha.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média/baixa e a procura baixa. Cotações estáveis.

Eucaliptos – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e equilibrou a  procura. Cotações estáveis.

Feto – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura também. Descida das cotações do feto grande.

Gerbera – Na Região Norte, na área de mercado de produção Entre Douro e Minho, as cotações não se alteraram. Oferta e procura médias. Boa qualidade. Escoamento sem dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi média e a procura forte. A produção tem aumentado devido às temperaturas amenas. Subida da cotação mínima e da mais frequente da gerbera, categoria II.

Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média e a procura baixa. Descida das cotações da gerbera grande.

Gipsofila – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi fraca e a procura baixa. Subida da cotação mínima e da mais frequente e descida da cotação máxima.

Gladíolo – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, as cotações mantiveram-se estáveis. A oferta foi média e de boa qualidade. Procura média. Escoamento sem dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta e a procura foram fracas. Cotações estáveis.

Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta manteve-se média e a procura continuou baixa. Subida da cotação mínima.

Girassol – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura média/baixa. Cotações estáveis.

Íris – Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura média. Cotações estáveis.

Lilium – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta foi suficiente para a procura média. Cotações estáveis. Boa qualidade . Escoamento sem dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi fraca, inferior a um ano normal nesta época. Como se estragou muita flor no início da pandemia, os produtores reduziram as áreas de plantação. Procura baixa. Subida da cotação mínima e da mais frequente do lilium grande.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa porque o produtor não investiu nesta flor. Procura baixa. Descida das cotações.

Matiola – Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, terminou a campanha deste produto.

Rosa – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, as cotações desvalorizaram devido ao aumento da oferta. A esteve média. Boa qualidade. Descida das cotações. Concorrência de produto importado do Equador e Holanda.

Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi média e suficiente para a procura. Flor com maior procura no mercado. Cotações sem alterações.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa e a procura diminuiu. Descida da cotação mínima e da mais frequente da rosa de tamanho < 40 cm.

Ruscus – Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta e a procura foram médias. Descida da cotação mínima e da mais frequente no tamanho pequeno.

Statice – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi baixa assim como a procura. Cotações estáveis.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi baixa assim como a procura. Subida das cotações.

→ Aceda aqui às cotações ←

Comente este artigo
Anterior Cotações – Produtos Hortícolas – 3 a 9 de maio 2021
Próximo Incêndios: Seis ‘drones’ da Força Aérea detetaram 62 fogos em 97 missões em 2020

Artigos relacionados

Últimas

Peste Suína Africana – Medidas de prevenção

Atendendo ao agravamento da situação epidemiológica da Peste Suína Africana (PSA) na Europa e na Ásia pelo aparecimento de focos em suínos […]

Nacional

Fogos repetem erros de 2017

Presidente da Federação dos Bombeiros de Castelo Branco assegura “pouco ter sido aprendido” com os incêndios de há dois anos. Problemas com indemnizações dificultam mobilização de máquinas de rasto
Falhas na mobilização de máquinas de rasto, […]

Últimas

Açores duplica apoios de incentivos à produção de bovinos cruzados

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direcção Regional da Agricultura dos Açores, melhorou o denominado ‘programa de cruzados‘, […]